Alerta geral! Inicie sua organização financeira já no início do ano para que você não repita todos os erros do passado.

OLÁ AMIGOS! FELIZ ANO NOVO!

Início do ano é aquela correria geral, pois há uma sequência de situações e fatos que fazem nossa vida se desestabilizar facilmente se não estivermos bem organizados e fundamentados por um planejamento razoável.

Alguns estão em período de férias, voltando das festas, outros iniciam a busca do emprego novo; para alguns o ano inicia com diversas dívidas como IPVA, IPTU, escola das crianças, entre outros boletos que chegam sem qualquer piedade.

Apesar dessa sequência financeira desafiadora, devemos entender que é algo que acontece todos os anos, por isso não podemos repetir erros do passado sem tomar qualquer atitude.

Hoje quero te deixar algumas dicas, tarefinhas importantes para que você mude sua chave mental já no início do ano, e tenha um período novo para buscar sua independência financeira. Vamos lá…

Dica nº 1: Mude seu Mindset (em tradução livre significa “modelo mental”). Tenha em mente que você só alcançará sua Inteligência Financeira se você entender o dinheiro como ferramenta e não como fim. Utilize suas habilidades, gostos, sentimentos, para que você possa fazer o dinheiro trabalhar para você e não você para o dinheiro.

Dica nº 2: Planejamento. Utilize seu projeto de vida com as metinhas e metonas para criar seu planejamento baseado em fases de ação e execução voltados a resultados. Não patine em nenhuma fase, equilibre todas elas.

Dica nº 3: Se você ainda não tem, registre todas as suas receitas e despesas em planilhas ou no seu caderno de anotações. É importante você conhecer todas as suas receitas e despesas durante o ano todo e assim realizar o estudo de impacto financeiro na sua vida.

Dica nº 4: Sobre os boletos de IPVA, IPTU, escola das crianças, etc. analise todas com calma, não se precipite. Neste momento é importante você ter sua planilha financeira com pelo menos as projeções dos próximos 6 a 10 meses. Assim você terá certeza das escolhas de pagamento a vista ou parcelado dessas despesas. Pague à vista os boletos de IPVA, IPTU, escola das crianças, etc., para ganhar desconto, somente se tiver tranquilidade financeira. A obsessão do desconto não pode ser maior do que sua possibilidade financeira, mas sem dúvidas é uma boa opção.

Dica nº 5: Faça uma relação de prioridades. Se você analisou e viu que as finanças estão curtas e poderá não cobrir todas as despesas existentes, corte gastos superfulos ou de despesas variáveis.

Dica nº 6: Estude novas formas e ações para criar renda extra ou até criar novos negócios. A renda extra auxiliar você a alcançar seus objetivos de forma mais rápida e dinâmica.

Dica nº 7: Se pague primeiro. Poupar e investir deve ser seu primeiro passo para 2022. Primeiro crie sua reserva de emergência e assim aprenda o hábito de investir, pois isso vai te auxiliar na tão sonhada independência financeira.

Utilize-se da fórmula 50, 30, 20:
* 50% da sua renda para gastos fixos e essenciais, tais como: alimentação, água, luz e internet.
* 30% da sua renda para gastos variáveis, tais como: cinemas, restaurantes e tv a cabo.
* 20% da sua renda para investir, sendo o primeiro passo criar sua reserva de emergência e depois montar sua carteira diversificada de investimentos. Este 20% deve ser prioritários caso queira ter uma mudança de vida.

Este planejamento é pensando no médio e longo prazo, visto que qualquer ação tomada agora será apenas paliativo, mas não deixe de fazer. O segredo de tudo é gastar bem, investir melhor e ganhar mais!

Meu nome é Marlon Roza, sou seu Amigo de Negócios.