Confesso a vocês que esta semana foi a mais difícil para escolher o texto do Blog Amigo de Negócios, isso porque surgiram tantos fatos e acontecimentos, tantas notícias e novidades que geram impacto no mundo dos negócios e investimentos, que me deixaram com grandes dúvidas do que trazer aqui a vocês caros leitores.

Temos assuntos da economia mundial, as conquistas expressivas dos skatistas Rayssa Leal (a nossa fadinha) e Kelvin Hoefler, ou até mesmo do surfista Ítalo Ferreira. Temos notícias de novos negócios em startups que vão revolucionar o nosso país, até mesmo sobre as criptomoeda, a grande aposta para os próximos meses e anos. Mesmo diante de tudo isso, optei por algo mais profundo, algo bem importante que com certeza está ligado diretamente a todos esses assuntos apontados anteriormente, optei em falar sobre o posicionamento da imagem como caminho do sucesso.

Por muitos anos todos nós escutamos o quão importante é uma marca para expressar o produto de uma empresa, mas nem sempre demos tanta atenção para o posicionamento da própria imagem, o branding pessoal.

Imagem de Hands off my tags! Michael Gaida por Pixabay

O posicionamento da imagem não pode ser algo supérfluo, uma caricatura ou um personagem criado por você, a não ser que sua profissão exija esta ação como parte do processo. A imagem deve corresponder exatamente aos seus propósitos, anseios, como as pessoas (familiares, amigos, clientes, etc.) te veem como contribuinte da evolução social.

Cuidar bem da imagem vai muito além de apresentar competências e experiências, passa pela forma que você age, apresenta seus posicionamentos e o que oferece como pessoa; é o mesmo que aquela famosa pergunta: “Como você quer ser lembrado? Qual será o seu legado?”

Se colocarmos como exemplo os esportistas acima, veremos que demonstram uma empatia coletiva incomum para o dia de hoje, pois convergem pensamentos, ideologias e ideias em um único caminho, o da resiliência, da persistência, de colocar os sonhos em prática, de batalhar e batalhar e batalha na trajetória como momento e fator essencial para alcançar a vitória, essa como mera consequência de um bom trabalho.

Não é diferente na hora de buscar uma colocação no mercado de trabalho, ou iniciar o processo de abertura do seu próprio negócio, os recrutadores e os clientes precisam entender quem realmente você é, como você se posiciona, sua presença e autoridade na sociedade, se é um ser influenciador positivo, o que tem de valoroso a oferecer. Você precisa cuidar do famoso branding pessoal.

Não adianta pensarmos em metas e resultados se não conhecemos nem o próprio propósito de vida, sonhos e metas.

Convido você a olhar mais para sua imagem como algo que traduz sua própria identidade, carisma e valores motivacionais. E, se tem dificuldades de analisar tudo isso, quem sabe possa investir mais em cursos e treinamentos de autoconhecimento, leituras afins ou até mesmo refazer um exercício simples diário, se reconectar ao meio em que vive.

Cuide bem da sua imagem pessoal, pois é ela que te levará ao sucesso.

Meu nome é Marlon Roza, sou seu “Amigo de Negócios”.