É duro dizer, mas infelizmente momentos de incertezas também geram boas oportunidades de negócios. Para quem tem a reserva de emergência assegurada e tem disponibilidade financeira de investir, estamos em um bom momento de balancear a carteira de investimentos e se arriscar um pouco em águas mais profundas.

Com a crise advinda da pandemia e das grandes incertezas políticas, o mercado dos investimentos sente muito. E essa volatilidade do mercado não é apenas brasileira, é em todo o planeta.

É claro que em países considerados ricos a instabilidade é um pouco menor, mas lá também há um grande sofrimento com a inflação e a crise econômica.

Em nosso país, por exemplo, com aprovação da lei que limita o pagamento dos precatórios, o pouco crescimento do PIB, a falta de uma política fiscal mais arrojada, o pouco avanço das privatizações e as incertezas políticas das eleições de 2022, aumentam ainda mais as dificuldades de avanços econômicos.

A Ibovespa caminha para ter um dos piores desempenhos globais em 2021 registrando uma queda de 12% até o momento. No entanto, você pode tirar bom proveito para realizar investimentos se estiver com sua saúde financeira em dia.

Sendo assim, hoje direciono as dicas àqueles que fizeram e lição de casa o ano todo, ou seja, montaram sua reserva de emergência, estão realizando renda extra ou novos negócios e que já tem uma planilha de projeção para os próximos meses. Obs.: Se ainda não chegou neste momento, a dica que dou é analisar algumas matérias trazidas aqui mesmo no blog do Amigo de Negócios, você vai se surpreender.

Dica 01: Reserva de emergência. Se você ainda não tem, vale a pena investir em Tesouro Selic, afinal, o Banco Central tem dado pistas que a taxa Selic estará próxima a 11,25% em 2022 surgindo como um bom investimento.

Dica 02: Em junho, quando o Ibovespa chegou ao pico de 130 mil pontos, existia uma expectativa de crescimento forte da economia, de uma inflação que não forçaria os juros a subirem tanto, além de uma expectativa de avanço de reformas, como isso não aconteceu a Ibovespa hoje amarga uma queda grande. Então, se você já tem lucros em sua carteira de investimentos, é hora de pensar em investir parte em renda variável, ou seja, na bolsa de valores (B3) adquirindo papeis sólidos e de potencial crescimento futuro, pois no médio e longo prazo você terá ganhos significativos. Procure seu agente financeiro.

Dica 03: Assim como tem acontecido ao longo dos últimos anos, no mês de dezembro os cripto ativos estão em quedas expressivas. O Bitcoin, por exemplo, que chegou a um mês atrás a U$69mil hoje amarga uma queda de aproximadamente 30% chegando a U$48mil. O objetivo jamais é colocar todo seu dinheiro neste tipo de aplicação, mas já está na hora de iniciar com pelo menos 2% da sua carteira.

Dica 04: Tenha dinheiro em caixa. Com a crise econômica, infelizmente alguns negócios sentiram e estão abrindo seus equity’s para que novos investidores possam ingressas em seus negócios. Vale muito a pena este tipo de investimento.

Dica 05: Se ainda não está com sua saúde financeira em dia, aproveite para iniciar todo seu processo de “cura”. Dedique um tempo para colocar suas receitas e despesas em planilhas e até criar uma projeção dos próximos 6 a 12 meses. Não esqueça de criar sua metinha, meta e metona, ou seja, meta de curto, médio e longo prazo para que sua mente trabalhe em busca delas. Destine 20% da sua renda para aplicações e investimentos, você não irá se arrepender.

LEIA TAMBÉM: Como montar minha carteira de investimentos?

É claro que o tema é bastante complexo e seria impossível esgotar toda reflexão aqui, mas estou sempre aqui e no Instagram Amigo de Negócios para te contextualizar sobre toda reflexão econômica para o mundo dos negócios e finanças, afinal, meu nome é Marlon Roza, sou seu “Amigo de Negócios”.