Que o sertanejo é um ritmo aberto a outros estilos não é novidade. Já vimos músicas com pagode, axé, eletrônico e qualquer outra mistura. Mas, recentemente, o funk vem se tornando quase que uma extensão sertaneja, com diversos cantores e duplas fazendo parceria com MCs.

O mais participativo vem sendo Kevinho, que já gravou ‘Cê Acredita’, com João Neto & Frederico, ‘Deixa ela beijar’, cm Matheus & Kauan, ‘Mentalmente’, com Naiara Azevedo, e ‘Olha a Explosão’, com Wesley Safadão. O funkeiro, inclusive, vem se apresentando em várias casas noturnas aqui em Curitiba e no Brasil todo e nesta semana foi confirmado como uma das atrações do Country Festival, que acontecerá no dia 26 de maio.

O ‘funknejo’ pegou e, pelo menos por enquanto, é um caminho meio sem volta. Grandes sucessos atualmente tem essa batida, com vários sertanejos apostando nisso. Antes mesmo de a onda pegar, como fizeram Henrique & Diego e Henrique & Juliano anos atrás, com MC Guimê e Os Havaianos. Nego do Borel e MC Menor também fazem parte do repertório de Fernando & Sorocaba, Maiara & Maraísa, Zé Felipe e outros.

Difícil falar até que ponto isso vai chegar, mas a conclusão mais óbvia é que isso mudou o sertanejo. Foi assim com o de raiz, passando pelo universitário e agora é a vez da mistura. O funk é o ritmo do momento e tudo é uma questão de adaptação para continuar no mercado.

Algumas duplas, inclusive, apostam nisso para alavancar a carreira. É o que atrai a maior parte do público nas casas noturnas. Pode ser que com o passar do tempo, se transforme só em uma fase e que a característica principal do ritmo volte. Enquanto isso, é inevitável pensar em sertanejo e não lembrar do ‘funknejo’.

Shows

Hoje, Bruno & Barretto voltam a Curitiba e se apresentam no Wood’s. Sexta-feira é a vez de Loubet, atração do Victoria Villa.