Em tempos de crise, comprar fica mais difícil e exige muito mais cuidado. Mas, mesmo nos momentos complicados, dificilmente deixaremos as mamães sem uma lembrança, por mais simples que seja.

E, como não está fácil para ninguém, alguns cuidados são imprescindíveis. E o primeiro deles é planejar quanto é possível gastar. Afinal, há o presente da mãe, da sogra, da avó e por aí vai. O ideal então é ver quanto é possível gastar levando em consideração a quantidade de presentes que deverão ser comprados.

O segundo passo é sempre a pesquisa de preços e condições de pagamento, sem esquecer que as compras feitas pela internet podem ser também uma boa opção. E aqui vai uma dica importante que é escolher muito bem esse tipo de fornecedor. É prudente escolher lojas conhecidas e que tenham também estabelecimentos físicos.

Se a compra for feita na loja física, como não há obrigatoriedade de troca do produto, é prudente perguntar ao vendedor quais as condições para fazê-la, caso a mãe não goste do presente ou o mesmo não sirva.

Caso a opção seja por um almoço ou jantar é bom reservar com antecedência, já que nessas datas os locais costumam ficar lotados e o tempo de espera pode ser excessivo.

Por fim, não devemos esquecer que o melhor presente é aquele que a mamãe realmente precisa e deseja. Portanto, nunca é demais perguntar o que ela quer ganhar. E se o presente não apertar o orçamento, melhor ainda.