A baiana Amanda Nunes fez história na madrugada deste domingo (30), na Califórnia, pelo UFC 232. A campeã peso-galo venceu a curitibana Cris Cyborg por nocaute, com apenas 51 segundos do primeiro round e faturou o cinturão peso-pena da organização.

A vitória ainda serviu para quebrar uma invencibilidade de mais de dez anos de Cris Cyborg, que era a total favorita para o combate deste fim de semana. “Eu esperava (que a luta terminasse desse jeito). Sou a primeira mulher a ser campeã de duas categorias do UFC. Eu falei a vocês, eu sou a maior. Dana, quero ir para o Hall da Fama”, comemorou a Leoa.

“Meu técnico sempre disse, fique calma, que quando sua mão direita entrar, ela vai para o chão”, completou Amanda.

Veja o nocaute: