Missão dada é missão cumprida. É assim que lutadores de Curitiba e de outros municípios vão encarar o Bope Fight Brasil, que acontece no dia 4 de agosto, a partir das 20h, no Ginásio do Tarumã, na meca do MMA. O evento faz parte da comemoração dos 30 anos da Companhia de Comandos e Operações Especiais (COE) e tem como objetivo fomentar a prática das lutas.

Com 13 combates, o Bope Fight Brasil contará com algumas novidades que diferenciam dos outros eventos tradicionais de lutas. Serão dez duelos envolvendo kickboxing, submission, muay thai e MMA. Mas, também contará com um confronto amador juvenil entre projetos sociais e duas lutas de MMA entre civis, que passarão por “Um Dia de Caveira”.

IMG_4139

Os envolvidos vão conhecer um pouco da realidade de um policial do Bope e passarão por desafios durante esse período de preparação para o grande evento de agosto. No último dia 17, quatro atletas já conheceram o dia a dia de um “Caveira” e tiveram que “ralar” muito pra encarar a missão.

“Experiência bem maneira mesmo, bem puxado, foi das 7 horas da manhã ás 8 horas da noite, já iniciamos com um aquecimento bem puxado e ainda mais no frio que está agora. Deu pra sentir na pele o que os policiais passam e sentem. Eles são diferenciados mesmo, não é para qualquer um”, disse o atleta Eduardo Camelo, da Evolução Thai, de Curitiba.

As experiências fizeram com que os lutadores virassem ainda mais fãs dos policiais. “Tive o privilégio de participar e conhecer de perto como é o dia-a-dia de um Caveira. Já admirava o trabalho dos profissionais do COE e depois desse dia virei fã”, ressaltou o veterano Igor Soares, da Noguchi Team.

A missão empolgou ainda mais os lutadores, que contam as horas para o dia 4 de agosto. “Vai ser excelente, minhas expectativas são as melhores. Vou estar muito bem preparado”, frisou Igor Pakato, da Constrictor Team. De Belém-PA, Camelo espera contar com o apoio dos curitibanos no Bope Fight Brasil. “Desde que eu cheguei em Curitiba há dois anos eu tenho me dedicado muito, e representar os Caveiras nesse evento do dia 4 vai ser uma honra. Quero dar um show e que essa vitória vai ser pra eles”, concluiu o lutador.