Reconhecida no cenário mundial como uma grande reveladora de talentos, Curitiba sempre foi muito ‘ativa’ quando o assunto era eventos de MMA. No entanto, a pandemia do coronavírus acabou fazendo com que os organizadores se reinventassem durante esse período.

“Estamos fazendo o evento por transmissão, sem público, e cobrando por pay per view. Esse é uma nova tendência. Temos tomado todos os protocolos até que possa ter o público em breve. Com a pandemia, nós passamos a utilizar as transmissões pagas, que já estavam no nosso radar”, disse Josafá Liberal, produtor do Gladiator Fight Combat.

Em sua última edição, realizada em outubro, o evento contou com atrações conhecidas dos amantes do MMA, como o paulista Fábio Maldonado e o catarinense Thiago Tavares, ambos com passagens pelo UFC.

>> Mais notícias do mundo das lutas

Outro grande evento da capital, o Nação Cyborg, também teve que se readaptar para continuar com as atividades. Os organizadores pretendiam realizar quatro edições durante o ano, mas apenas um acabou sendo feito – no último dia 17 de outubro.

“No meio desse caminho, perdemos muitos patrocinadores, tivemos muitos prejuízos, mas não abaixamos a cabeça. Conseguimos fazer um evento com os apoiadores fiéis, mas a dificuldade foi imensa. A impressão que eu tive é que a carga emocional para fazer esse evento foi enorme”, destacou Rogério Gaudério, organizador do Nação Cyborg.

Foto: Marcio Valle/Primeiro Round.

Fundador da Chute Boxe, Rudimar Fedrigo ressaltou a importância dos eventos curitibanos na revelação de atletas. “É muito importante para que os lutadores possam fazer o seu card e alçar voos maiores, como os eventos internacionais. Eu parabenizo os organizadores por realizar os eventos em uma época tão difícil”, frisou.

Pandemia faz com que redes sociais cresçam

O período da pandemia do coronavírus serviu para que os eventos apostassem todas as suas fichas nas redes sociais. E tem surtido efeito.

“Com a dificuldade, encontramos o nicho das redes sociais e plataformas digitais. Tivemos sucesso nesse último evento graças a isso. Foi muito produtivo e tivemos sorte com as lutas excelentes também”, frisou Gaudério.