Estreitar laços. Ter mais saúde e disciplina. Aliviar o estresse do dia a dia. São muitas as vantagens da inserção das artes marciais na rotina de pais e filhos. No clima do Dia dos Pais, que acontece neste domingo (14), a reportagem da Tribuna do Paraná ouviu algumas famílias que convivem juntas na mesa de jantar, no sofá da sala e também nos tatames pelas academias de Curitiba.

Para o líder da CM System e ex-lutador do UFC, Cristiano Marcello, é muito importante que as crianças sejam inseridas no esporte desde cedo, para que sejam praticadas não apenas as técnicas de muay-thai, jiu-jitsu ou boxe, e sim a disciplina e uma vida mais saudável.

“A partir de cinco anos de idade já rola treinar. Por mais que você não tenha o objetivo de ser profissional, você aprende o que é certo e a filosofia das artes marciais. Qualquer pessoa será muito bem-vinda. Meus filhos e minha esposa treinam também e a academia tem um ambiente muito familiar”, disse o ex-atleta, que é pai de Enzo, Valentina e Bento.

Foto: Divulgação.
Cristiano Marcello e os seus três filhos. Foto: Divulgação.

“A família já respira as artes marciais. Eles vão aprendendo por osmose. Tudo chama a atenção deles. Todos têm uma noção já do que é um mata-leão”, brincou Marcello. “Espero que dos três, pelo menos um possa seguir o meu caminho”, completou.

O líder da Gracie Barra, Rodrigo Fajardo, destaca que são muitos os benefícios para os papais e para os filhos. “Disciplina, melhora nas habilidades sociais, aprendizado de defesa pessoal, aumento da autoconfiança e energia, foco, concentração e ganhos de condicionamento físico”, destaca.

Segundo ele, às vezes, são os filhos que levam os pais para as academias. “Parece estranho, mas isso é muito comum”, ressalta Fajardo. Na Gracie Barra, o faixa-preta Cláudio Koeb (foto abaixo) começou jiu-jitsu incentivado pelo filho. Para o professor, a união entre a família foi o maior presente que o esporte lhe proporcionou.

Se tornar profissional pode ser um processo natural. Nada imposto. O importante mesmo é a diversão e a união entre pais e filhos para que a luta diária seja feita com mais alegria e saúde.

Foto: Reprodução.
Claudio e o seu filhão. Foto: Reprodução.