Curitiba sempre teve uma relação estreita com o Japão. O motivo? O MMA! Foi em solo japonês que curitibanos como Wanderlei Silva e Maurício Shogun viraram grandes estrelas no mundo das lutas, graças ao extinto Pride. Um dos responsáveis por tornar essa parceria forte foi Rudimar Fedrigo, líder da equipe Chute Boxe.

Para seguir com essa ponte, o experiente treinador tem mais um projeto que pode tornar o sonho de algum atleta curitibano possível. Trata-se do Saikyo. O evento, que acontece no dia 11 de agosto, no Ginásio do Tarumã, irá levar o campeão de um grand prix de kickboxing, na categoria até 58 kg, para um torneio no Japão.

“Há uns dois ou três anos, tenho pensado na criação do evento. O Saikyo nasceu para criar uma relação ainda mais forte com o Japão. Aqueles que brilharem no evento, certamente, devem brilhar no mercado japonês futuramente”, disse Fedrigo, em entrevista à Tribuna. Além de kickboxing, haverá muito MMA também.

“Nós teremos o torneio com lutadores de 58 kg na regra do kickboxing e o campeão vai para o Japão. Na superluta do evento, tem o Edson Conterrâneo, um lutador que já venceu três oponentes da Chute Boxe, e o Alison Vicente, que é da nossa equipe e promete ser o homem que vai parar esse adversário. Vai ser um super desafio”, frisou o treinador.

Confira mais notícias do mundo do MMA!

No novo palco do MMA em Curitiba, o Ginásio do Tarumã, o Saikyo promete trazer uma estrutura jamais vista no mercado curitibano. “O público pode esperar, sem dúvida nenhuma, um evento diferenciado, que nunca foi feito aqui em Curitiba. Será uma produção de uma organização internacional. Posso garantir que será um evento imperdível e único. O bicho vai pegar!”, garantiu o organizador. “O mercado curitibano é um dos mais fortes do Brasil, vive um momento sensacional e tem uma efervescência de eventos. É tradição. O curitibano gosta muito das artes marciais, principalmente, deste tipo de torneio”, concluiu Rudimar Fedrigo.