Lockdown: 5 estratégias para você ter resultados treinando em casa

Todas as academias fecharam, sem previsão nenhuma do que vai realmente acontecer. Você treina, está indo bem e agora vê todos os seus resultados escorrendo pelos dedos. Se sente completamente perdido, sem saber o que fazer, já que em casa não tem material nenhum para treinar. Então você adapta alguns pesos e tenta manter o treino como se estivesse na academia.

CONFIRA TAMBÉM: 10 coisas que você não deve fazer para emagrecer

Porém, você sente que o treino não “pega” do mesmo jeito. Talvez você esteja fazendo isso e perceba, no final, que não é a mesma coisa que na academia. Não sente aquela dorzinha boa no dia seguinte. Você sente que poderia fazer melhor, mas não sabe como fazer. O treino ficou fraco, leve e não vai te ajudar a manter os resultados.

Infelizmente isso é uma realidade, o treino, para dar resultados, precisa ter intensidade e sobrecarga. Treino levezinho não serve nem para manter. Então, o que fazer?

Você pode e deve treinar em casa, porém, você precisa entender que TREINO EM CASA NÃO É MUSCULAÇÃO. Não adianta você apenas levantar sacolas, galões de água, etc. Isso será quase insignificante para o seu corpo. A carga que você coloca na academia, nos pesos livres e nas máquinas é muito superior ao que você adapta em casa.

VEJA TAMBÉM: Março é um ótimo mês para quem quer começar a emagrecer, entenda!

O que eu quero te contar hoje é que você deve e precisa utilizar elementos da musculação, mas também adaptar elementos de outras metodologias de treinamento para intensificar os trabalhos e tornar o treino eficiente.

Você não deve simplesmente imitar o treino que fazia na academia. Você irá treinar de forma diferente e intensa. Assim poderá ter exatamente OS MESMOS RESULTADOS que tem na academia. Mas, para isso, você precisa de algumas estratégias que eu trarei em seguida.

Mas antes, siga o meu Instagram para receber conteúdos as melhores maneiras de acelerar o metabolismo e emagrecer treinando em casa ou na academia.

Agora segue as 5 estratégias para te ajudar a ter resultados treinando em casa:

1- Peso

Você deverá adaptar a sobrecarga. O que eu tenho feito com meus alunos é utilizar uma mochila com livros ou sacos de feijão, arroz ou o que for, para deixar essa mochila pesada. Você deve fazer isso, mas não apenas isso.

2- Repetições de exercício

Atente-se que usar cargas adaptadas e executar o mesmo treino da musculação não adianta. Por isso, você deverá aumentar o número de repetições do seu exercício. Isso mesmo. Essa estratégia é para você conseguir o mesmo stress sob tensão, deixando sua musculatura sob tensão por mais tempo. O importante é que você chegue próximo da falha muscular que trará a fadiga necessária para a musculatura.

3- Velocidade dos exercícios

Executar os exercícios de maneira lenta é outro fator que você precisará de atenção. A velocidade dos exercícios interfere na intensidade. Exercícios mais rápidos são mais fáceis, enquanto exercícios de cadencia mais longa aumentam a acidose muscular, gerando resultados de hipertrofia tão bons quanto colocar muita carga.

4- Intervalo

Diminuir o intervalo entre as séries é a quarta estratégia que você poderá utilizar. No treinamento em casa a ideia é manter a fadiga que você trouxe do exercício anterior, mantendo a acidose, os metabólicos e o stress gerado.

5- Tipos de treino

A ultima estratégia é utilizar métodos avançados de treinamento ou outras metodologias de treino. Alguns exemplos: isometria, oclusão vascular, pico de contração, drop-set adaptado. Assim você consegue aumentar a intensidade do seu treino mesmo com pouca carga.

Então se você não quer perder os resultados que teve na academia, não fique parado, não faça qualquer treino em casa e não simplesmente imite o seu treino de musculação em casa. Utilize essas 5 estratégias e tenha um treino realmente eficiente para fazer em casa.

LEIA TAMBÉM: 3 exercícios físicos para quem tem fibromialgia e quer emagrecer

Se você tem alguma dúvida sobre emagrecimento, entre em contato comigo conta a sua história e envie a sua dúvida para que eu possa trazer aqui como tema aqui na nossa coluna.

Um abração e até a próxima.