A maioria das pessoas quando pensam em emagrecer o primeiro exercício que passa pela cabeça é a caminhada. Principalmente se essa pessoa tiver mais de 40 anos. Mas será que a caminhada é realmente eficiente para emagrecer?

A caminhada é o um dos métodos de exercício mais usado para tentar emagrecer, pois é fácil de fazer, não necessita nenhum equipamento, academia ou investimento, acredita que através dela podemos gastar mais calorias e assim emagrecer.

VEJA TAMBÉM: Tudo o que você precisa saber sobre metabolismo

Porém quando falamos em resultados o que mais vemos são pessoas frustradas de tentar emagrecer e não conseguir. Principalmente se essa pessoa tiver mais de 40 anos.

Isso ocorre porque emagrecer depois dos 40 anos é diferente. E se você tentar mais do mesmo não irá funcionar. Inclusive eu trago todos os dias no meu INSTAGRAM, ensinando as melhores estratégias para emagrecer depois dos 40 anos.

O que eu preciso dizer para você é que a caminhada não é uma boa estratégia. A caminhada é um método jurássico e ultrapassado de exercício para emagrecer.

Não sou eu quem falo isso, inclusive aqui eu trago 3 estudos científicos que mostram que a caminhada não deve ser usada como estratégia para emagrecer.

CONFIRA MAIS: Como fazer exercícios para emagrecer em casa?

Segundo o estudo publicado em 2006, no Jornal Internacional de Obesidade comparou 56 mulheres em 3 grupos diferentes. O primeiro grupo fazia dieta, o segundo fazia dieta mais caminhada de 30 minutos e o terceiro fazia dieta mais caminhada de 60 minutos. O resultado foi que os 3 grupos emagreceram igualmente. A conclusão do estudo foi que a adição de exercícios não aumentou a quantidade de peso perdido.

O Segundo estudo comparou 45 pessoas em 3 grupos, um que não fazia nada, o segundo que fazia aeróbio continuo de 40 minutos e o terceiro que faz HIIT de 20 minutos. A conclusão foi que o grupo que não fez nada e fez caminhada não emagreceram, enquanto o grupo que fez HIIT emagreceram 2,5kg. Mas uma vez provando que o exercício tem muita influência sobre o emagrecimento, porém precisa ser o método certo para isso.

O terceiro estudo publicado em 2014, no Jornal Internacional de Nutrição Esportiva e Metabolismo do Exercício verificou que exercícios contínuos de longa duração como caminhada chega a aumentar a fome em 38%. Enquanto exercícios como HIIT pode diminuir a fome em 16% após o treino.

Conclusão, a caminhada não é treino para emagrecer. A caminha é um método jurássico e ultrapassado de emagrecimento, pois além de não ajudar a emagrecer ela ainda aumenta a fome favorecendo o efeito sanfona.

LEIA MAIS: Mitos e verdades sobre emagrecer depois dos 40 anos

Depois dos 40 anos o seu corpo muda, o seu metabolismo se torna mais lento com o passar dos anos. Para emagrecer você precisa de exercícios que ativem e aceleram o seu metabolismo. Assim como HIIT, que são métodos modernos e dinâmicos capazes de acelerar o metabolismo ainda te fazer diminuir a fome.

Se você quer saber mais sobre treinos para emagrecer depois dos 40 anos, se cadastre na SEMANA 40 MELHOR QUE AOS 20, onde te ensinarei mais sobre os métodos modernos e dinâmicos realmente capazes de te fazer emagrecer depois dos 40 anos. Para se cadastra na SEMANA 40 MELHOR QUE AOS 20, clique aqui.

Se você tiver mais alguma dúvida sobre emagrecimento depois dos 40 anos, me envie a sua dúvida e me conte a sua história para que eu possa trazer novos temas aqui para você.

Um abração e até a próxima.

Referências:

Brill, Janet & Perry, AC & Parker, Linda & Robinson, A & Burnett, K. (2002). Dose-response effect of walking exercise on weight loss. How much is enough?. International journal of obesity and related metabolic disorders : journal of the International Association for the Study of Obesity. 26.

Alkahtani, S. A., Byrne, N. M., Hills, A. P., & King, N. A. (2014). Interval Training Intensity Affects Energy Intake Compensation in Obese Men. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism, 24(6), 595–604

Trapp, Ethlyn & Chisholm, D.J. & Freund, Judith & Boutcher, Steve. (2008). The effects of high-intensity intermittent exercise training on fat loss and fasting insulin levels of young women. International journal of obesity (2005).