Uma obra baseada na obra do escritor baiano Jorge Amado está de volta. Tieta estará no canal Viva a partir de maio, em substituição A Gata Comeu (1985), trama de Ivani Ribeiro.

Exibida originalmente entre agosto de 1989 e março de 1990, a aguardada reprise, uma das maiores audiências da história da Globo, trará de volta Betty Faria e Joana Fomm nos papéis das irmãs Tieta e Perpétua.

Foi o auge da carreira das atrizes. Mas o que pouca gente lembra é que não foi fácil ter Betty na pele da personagem que revolucionou Santana do Agreste, cidade fictícia em que se passa a história.

A atriz protagonizava O Salvador da Pátria exibida no horário nobre antes de Tieta. Assim, um fato raro aconteceu. Sem férias, Betty emendou duas novelas, na época das oito, e foi protagonista em ambas.

A negociação não foi simples porque as gravações de Tieta já estavam acontecendo, enquanto O Salvador da Pátria ainda estava no ar.

Preocupada com a queda da audiência no horário, principalmente por causa da concorrência com o SBT, que exibia o filme Rambo quase que toda a semana, a Globo decidiu antecipar Tieta, prevista para estrear só em 1991.

A jogada deu certo e cenas memoráveis da TV estavam ali. Como no último capítulo em que Tieta puxa o cabelo de Perpétua num momento de fúria entre as irmãs e descobre-se então que a megera é careca.

Os efeitos visuais, ousados para aquele tempo, deixaram Joana Fomm sem um fio de cabelo. Reveja a cena! Isso sem contar com a abertura com a curitibana Isadora Ribeiro, a mesma da abertura do Fantástico dos anos 1980. Agora é só aguardar!