Apaixonado por cachorros ou gatos? Então não perca as atrações especiais do fim de semana! Vai ter muita coisa bacana acontecendo em Curitiba. Uma delas é a 3ª edição da ExpoPet Curitiba, feira pet friendly que começou nesta sexta-feira (27) e que segue até o próximo domingo (29), reunindo atividades para toda a família e para os animais de estimação.

Durante os três dias de evento haverá feira de adoção, passarela pet, campeonato de tosa, espaço família e ainda as presenças do especialista em comportamento canino Roberto Mayer e do aventureiro, biólogo e apresentador de TV Richard Rasmussen.

Richard que aliás, conversou com a Tribuna, confira a entrevista:

Mania Animal – Como é ter contato frequente com tantos animais, de diferentes espécies, entre eles, animais silvestres e bichos “perigosos”?

Richard Rasmussen –“Você tem que entender o que é um animal perigoso. A princípio, o perigo está ligado com o conhecimento, quando você tem esta percepção, as coisas se tornam menos perigosas, porque você sabe como lidar com elas. Para mim é uma grande oportunidade e privilégio possuir este conhecimento e fazer aquilo que eu gosto, demonstrando às pessoas que estes animais são perigosos, mas o perigo é relativo, quando você sabe o que esperar destes animais”.

– Sem grana? Cães e gatos têm consultas grátis com veterinários da UFPR

 

MA – Entender um bicho é fácil? 

RR – “Tudo na vida é também um dom e você precisa gostar de uma coisa para começar a olhar e entender. Tem pessoas que têm facilidade para a música e esportes radicais, por exemplo. Outras para lidar com animais. Entender os animais é ter a paciência da observação. O que faz a pessoa ter a compreensão do mundo dos animais é gostar e se permitir observar, é isso o que um biólogo faz, ele é um grande observador. Assim ele tira suas conclusões, este é o grande segredo”.

 

MA – Que bicho mais o fascina? 

RR – “Sou muito ‘volátil e volúvel’ neste campo, mas normalmente são os animais que eu não tive oportunidade de contato. Tenho lembranças de grandes encontros, que vão estar sempre na minha memória. Mas tenho uma lista grande de desejos pessoais, de estar com determinados animais. E não é só o bicho,  é o contexto, no local onde ele vive, com os seres humanos que estão em contato com eles. O conjunto me encanta. Tive experiências maravilhosas com os gorilas, na África, em Uganda, nas montanhas onde eles vivem. Isso tem relação com o contexto cultural, o ecossistema do bicho, que abriga outros animais. Não é só o bicho, mas tudo o que o cerca”.

 

MA – Que dica você dá para quem quer ter ou já convive com um animal? O que é mais importante nesta relação?

RR – “A primeira coisa é entender o animal. Animais não são coisas ou objetos, eles são seres vivos. Você tem que entender as necessidades deste animal, para prover estas necessidades adequadamente. Outra coisa é manter estes animais felizes. Eles precisam de um relacionamento, além de comida e água. E você precisa entender qual tipo de relacionamento, cães e gatos se relacionam de formas diferentes.  Os cachorros são descendentes do lobos, que viviam em alcateias. Já a maioria dos gatos, com exceção dos leões, são solitários. Você tem que entender como eles funcionam, para não dar só o espaço e o alimento adequado, mas também saber como se relacionar com eles. Isto é muito importante”.

Conheça as cinco raças de cachorro preferidas pelos brasileiros

 

MA – Você acredita que os brasileiros tratam bem seus animais? O que deveríamos fazer para ajudar a solucionar o problema de abandono de animais de estimação, por exemplo? 

RR – “Estamos em um explosão demográfica de animais de estimação, de cães e gatos. Acredito que a  solução não é erradicar os criadores, mas selecionar os que fazem um trabalho consciente. Quando você traz um animal para casa, você tem que entender como vai tratá-lo e qual função ele vai ter na sua vida. Você tem animais de companhia, animais que exercem profissões como as pessoas, animais mais aptos a lidar com gado, a trabalhar como policiais ou bombeiros. A solução é estabelecer regras, esta é uma questão de política e saúde pública. Tem que ser estimulada a castração e a adoção e isto envolve também o poder público. Devemos combater na raiz, exigir o cumprimento da lei e fiscalização, para que os caras que fazem a coisa certa sejam privilegiados, em detrimento daqueles que fazem apenas por questões econômicas”. 

Agenda de eventos pet friendly e de adoção animal

E não é só isso, além da ExpoPet, o fim de semana ainda reserva encontro de Dálmatas, aulão de adestramento, duas festas julinas pet, mutirão de banho na chácara de uma ONG e 11 eventos de adoção responsável! Que tal? “Bora” se programar?

Sexta 28 a domingo 29

ExpoPet Curitiba 2018 – Feira com serviços e as últimas novidades em produtos para os pets
Sexta-feira (27) – 13h às 22h
Sábado (28) – 10h às 22h
Domingo (29) – 10h às 21h
Local: Centro de Exposições do Expo Renault, no Parque Barigui  – Rua Batista Ganz, 430 – Santo Inácio
Entrada: R$ 10. Crianças até 10 anos não pagam.
Informações: www.expopetcuritiba.com.br

A presença de Richard Rasmussen será no sábado (28), às 15h, na Passarela Pet do evento.

Sábado 28

Arraial de adoção dos grupos Raposinho e S.O.S Patinhas. No Armazém Pet, Av. Marechal Mascarenhas de Moraes,1379 -Atuba, das 10h às 16h.

Aulão de Adestramento “Senta, Deita e Fica”, promovido pelo Hiperzoo e Meu Amigo Companheiro. No Hiperzoo, Rua Desembargador Westphalen, 3448 – Parolin, das 10h às 11h. Entrada gratuita.

Campanha de adoção de cães do grupo Tomba Latas na Biblioteca Pública do Paraná. Será seção infantil da biblioteca, que fica na Rua Cândido Lopes, 133 – Centro, das 9h às 12h30.

Campanha de adoção de cães do grupo Tomba Latas. Na Docg, Rua Chile, 1251, Rebouças, das 10h às 16h.

Campanha de adoção de cães do Instituto Fica Comigo. Na Casa do Produtor, Rua Engenheiros Rebouças, 1826 – Rebouças, das 10h às 17h.

Campanha de adoção de cães do Instituto Fica Comigo. No Cobasi da Linha Verde, Av. Salgado Filho 580, das 10h às 17h.

Evento de adoção de cães da Associação Ajude Focinhos Curitiba. Na Praça Santa Filomena, Rua Augusto Stresser (ao lado do trilho do trem) – Hugo Lange, das 11h às 16h.

Feira de adoção do Instituto Aumigão. Na Casa do Produtor Seminário, Avenida Nossa Senhora Aparecida, 661 – Seminário, das 10h às 17h.

Feirinha de adoção do HiperZoo em parceria com a Beco da Esperança. Na Rua Desembargador Westphalen, 3448, das 11h às 17h.

Mutirão do carinho e do banho para os cerca de mil cães da Ong Amigo Animal. Os voluntários saem juntos às 8h30, da Rua Padre Boleslau Lucas Bayer, 613, no Campo Comprido, com destino à Chácara São Francisco de Assis, que fica em Campo Magro. Clique aqui e saiba mais.

Xô pulgas, carrapatos e parasitas! Proteja seu animalzinho e evite infestações

Domingo 29

Encontro de Dálmatas é no domingo (29). Foto: Divulgação/HiperZoo
O encontro de Dálmatas é no domingo (29), no HiperZoo. Foto: Divulgação/HiperZoo

Arraiá Julino e Encontro de cães Dálmatas. Entre as atrações estão comidas típicas de festa julina,  piscinas de bolinhas, desfile de pets, food trucks e descontos exclusivos na loja. No HiperZoo, Na Rua Desembargador Westphalen, 3448, das 12h às 17h.

Campanha de adoção de cães do Instituto Fica Comigo. No Cobasi da Linha Verde, Av. Salgado Filho 580, das 11h às 17h.

Campanha de adoção de cães do Instituto Fica Comigo. Na Casa do Produtor, Rua Engenheiros Rebouças, 1826 – Rebouças, das 10h às 17h.

Evento de adoção de cães e gatos do grupo Adote Com Consciência. No EsalPet, Rua Professor Sebastião Paraná, 125 – Vila Izabel, das 9h30 às 14h30.

Feira de adoção do Instituto Aumigão. Na Casa do Produtor Seminário, Avenida Nossa Senhora Aparecida, 661 – Seminário, das 10h às 16h.

Gnocchi da Fortuna em prol dos cães da ONG Tomba Latas, na Piola Curitiba, Alameda Dom Pedro II, 105 – Batel, a partir das 19h. 50% do valor do prato é revertido para os cães do grupo.

Quer contar uma história com seu pet, sugerir um tema ou publicar a foto de um animal disponível para adoção? Escreva para gente: animal@tribunadoparana.com.br

Marrie, esta menina calma e carinhosa sonha com um lar amoroso. Com dois anos e porte médio, ela já está castrada e vacinada, pronta para conhecer sua nova família. Para adotá-la fale com o pessoal do Tomba Latas - www.facebook.com/tombalatas Foto: Divulgação/Tomba Latas
Marrie, esta menina calma e carinhosa sonha com um lar amoroso. Com dois anos e porte médio, ela já está castrada e vacinada, pronta para conhecer sua nova família. Para adotá-la fale com o pessoal do Tomba Latas – www.facebook.com/tombalatas Foto: Divulgação/Tomba Latas

Não esqueça o vermífugo e proteja seu cachorro de parasitas e doenças!