O verão começa nesta sexta-feira (21), mas o calor em Curitiba já chegou faz tempo! Nestes dias mais quentes, muitos tutores acreditam que o ideal é tosar os pelos dos cachorros e gatos, especialmente os mais peludos. Mas não é bem assim. Na verdade, de acordo com os veterinários, ao eliminar a pelagem você pode estar prejudicando seu animalzinho de estimação, ao invés de refrescá-lo. Isso acontece porque a compensação térmica deles é feita de uma maneira diferente da que ocorre no corpo do humano.

+ Leia também: Cuidados com a decoração de Natal, pra manter seus animais e filhos seguros

Nós transpiramos e assim, nossa pele fica com uma temperatura mais baixa quando o suor evapora. Já os cachorros têm poucas glândulas sudoríparas e trocam calor com o ambiente pela boca e pela língua. Quando ficam ofegantes, eles expulsam o ar quente que têm dentro do corpo. Por isso, optar por uma tosa drástica pode prejudicar o animal, fazendo com que ele perca seu isolante térmico natural, que o protege do frio e também, do calor excessivo. No geral, os cães possuem uma temperatura média de 38 ºC a 39,2 ºC.

+ Viu essa? Conheça as cinco raças de cachorro preferidas pelos brasileiros

Então, para dar mais conforto para seu amigão de quatro patas, faça apenas a tosa higiênica (aparando os pelos da região anal, abdômen e patas) ou a tradicional, de acordo com a raça e a indicação de seu veterinário de confiança e dê atenção aos itens que podem realmente ajudar a aliviar o “calorão”. Evite também fazer qualquer corte dos pelos em casa, pois você pode acabar piorando “as coisas”, deixando a pele sensível do seu animal exposta à alergias, dermatites, queimaduras de sol ou outros problemas de pele.

+ Opinião: O cachorro do Carrefour e a crueldade humana

Do jeito certo

Entre as boas ideias para que seu pet possa curtir o verão “numa boa” estão:

1. Caprichar na escovação para remover os pelos mortos.

2. Deixar sempre água limpa e fresca à disposição do animal.

3. Providenciar um local fresco e protegido do sol para que ele possa passar a maior parte do dia (e da noite).

4. Dar banhos periódico (nunca gelados ou quentes demais).

5. Evitar fazer passeios nos horários mais quentes do dia.

6. Cuidar para que ele não pise no chão “fervente”, o que pode queimar suas patinhas.

7. Quanto à alimentação, ofereça pequenas porções de ração durante o dia, para que ela não fermente no calor e experimente dar uma fruta fresquinha, como uma melancia gelada e refrescante!

Quer contar uma história com seu pet, sugerir um tema ou publicar a foto de um animal disponível para adoção? Escreva para gente: animal@tribunadoparana.com.br.

Adoção responsável

Adoção responsável: Branca, esta menina de três anos e porte médio para grande pediu uma 'família' de presente para o Papai Noel. Já castrada e vacinada, ela está pronta para ser adotada. Para levá-la para casa fale com a Ester da Cruz (41) 98763-5648. Foto: Divulgação
Branca, esta menina de três anos e porte médio para grande pediu uma “família de presente” para o Papai Noel. Já castrada e vacinada, ela está pronta para ser adotada. Para levá-la para casa fale com a Ester da Cruz (41) 98763-5648. Foto: Divulgação

 

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Foto com o Papai Noel? Saiba onde levar seu cachorro pra conhecer o bom velhinho!