Quer aumentar consideravelmente as suas vendas na internet mesmo sendo um pequeno negócio? Leia com atenção as dicas que te ajudarão a vender mais e melhor.

As médias e grandes empresas possuem recursos e buscam profissionais especializados para desenvolver seus canais digitais e e-commerce, mas e os pequenos negócios? O que devem fazer para competir e ganhar escala na internet?

Você não precisa no primeiro momento de dinheiro, mas sim de querer fazer e planejar dentro da sua rotina as melhores práticas. Tem muito mais relação com dedicação e paciência, pois é um trabalho de médio a longo prazo. Sim, você terá resultados a curto prazo, mas como todo e qualquer negócio, trata-se de uma construção, de plantar uma sementinha diariamente.

1. Estar presente nas redes sociais

E vamos começar com as principais Facebook e Instagram. Tanto uma quanto a outra têm dicas maravilhosas de como administrar a sua fanpage (página de empresas no face), além da sua página comercial. No primeiro momento você não precisa de um especialista. O que precisa é parar e estudar o que a própria plataforma tem de recursos.

Tenho certeza que você é uma pessoa criativa e se utilizar as ferramentas certas de criação terá um feed lindo com a sua identidade. Busque na internet boas plataformas de criação gratuitas e bem intuitivas a minha dica é o Canva, que se bem utilizado dará o ar de profissionalismo as suas publicações. Acesse www.canva.com.br.

Um cuidado importante é com as fotos dos produtos. Mesmo se usar o celular é sempre importante montar um cenário que esteja de acordo com o tipo de produto que você vende. Nada melhor que pesquisar na internet o que as grandes empresas fazem: isso chama-se benchmarking.

Não se prenda a números de seguidores, engajamento e envolvimento com as suas publicações neste primeiro momento. Agora é hora de convidar amigos, familiares, vizinhos e conhecidos a lhe seguir. E não é vergonha pedir para os mais “chegados” a compartilhar suas publicações.

Você encontrará diversos e-books com dezenas de estratégias de como administrar suas páginas. A minha dica é o Sebrae, que possuí vários cursos gratuitos. Aproveite. www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline

O mais importante para as redes sociais é a frequência, ter uma conta ativa e não compartilhar apenas produtos e serviços, mas também conteúdos e curiosidades sobre sua empresa e o segmento que está inserido.

2. Utilizar o WhatsApp

O mais importante ao utilizar o WhatsApp como ferramenta de vendas é responder de forma humanizada e individualmente cada cliente. Não exagerar nos envios de mensagens com ofertas e promoções, que devem ter uma periodicidade que se encaixe no perfil do seu consumidor. Vou repetir, sem exageros.

O whats é o canal de comunicação mais utilizado no mundo. Se você o utilizar com inteligência, ele se tornará o seu maior canal digital de vendas.

Agora, é muito importante crie seu banco de dados dos seus clientes, seja em planilha ou um sistema, com todos os dados básicos dos seus clientes como nome, telefone, endereço e data de nascimento, o que ele compra e qual a frequência. Este é um primeiro passo para realizar ações de marketing de relacionamento e fidelização.

3. E-commerce

Boas plataformas de e-commerce são normalmente caras e exigem grandes investimentos e profissionais especializados. Por este motivo, comece pelos canais de marketplace disponíveis, como o Mercado Livre.

Agora, cuidado e atenção. Você precisa aprender a precificar seu produto para que não perca margem, pois estas plataformas cobram grandes percentuais de comissão.

Mas, e aí, como fugir delas? A dica neste caso é:

Produza uma linda carta de boas-vindas ao seu novo cliente destas plataformas e insira na embalagem do seu produto com as seguintes informações:
– O convide a lhe seguir nas suas redes sociais;
– Solicite para enviar uma mensagem no WhatsApp para acompanhar como foi o envio e entrega do produto e se coloque à disposição.
– Você pode até enviar um QR Code de uma playlist para ele ouvir;
– Envie um cupom de desconto para a próxima compra, desde que ela seja realizada pelo WhatsApp!

Não esqueça que as pessoas gostam de ser chamadas pelo seu nome, então é preciso inseri-lo na carta o nome do seu cliente, a data da postagem e se possível assinar de próprio punho. São ações simples, que geram engajamento do cliente com a sua marca.

E ainda não esqueça de colocar todas as informações da sua empresa como a logo, endereço, demais telefones de contato e, repito, um belo cupom de desconto para a próxima compra, se a mesma for realizada pelo WhatsApp. Assim você poderá fugir das grandes comissões dos marktplaces e se aproximar do seu cliente.

No entanto, não deixe de vender nos marktplaces. Eles são essenciais e fazem parte do processo de venda na internet, não é à toa que existem cases de empreendedores que vendem milhões nestes canais.


Gostaria de lembrar e frisar que para se obter bons resultados você terá que se dedicar, ter planejamento e organização. É uma construção diária para que alcance os seus objetivos. E como todo empreendedor, fazer uma poupança de parte dos seus lucros é importante para que possa, no momento certo, começar a investir dinheiro nos canais digitais para crescer ainda mais.

Falaremos de como dar os próximos passos nesse campo na próxima semana. Boas vendas e boa sorte.