Muitos ficam de cabelo branco quando isso acontece e saem desesperados para rever o seu planejamento de mídia e acompanhar as mudanças que a agora “Meta” novo nome para o conglomerado de empresas do antigo Facebook. Lembrando que a rede social Facebook não mudou de nome.

Quais passos importantes que você deverá realizar caso o instagram mude o algoritmo para que você não fique desesperado?

A primeira dica é: Não mude nada.

Sim, se o seu público está engajado com o seu perfil e suas publicações não há motivos para entrar em desespero e querer mudar tudo. Mantenha seu conteúdo com a qualidade que seu público interage, inclusive a periodicidade de publicações e stories, por exemplo. 

A segunda dica é:

Se adaptar às mudanças do novo algoritmo sempre analisando se estas mudanças realmente vão afetar o negócio. Se observar que este impacto é pequeno analise se realmente é necessário uma mudança na sua tática de publicações ou não. 

Não mude a estratégia, altere a tática e o formato mais jamais a sua estratégia.

O Instagram jamais deixará de entregar o seu conteúdo ao seu cliente se ele está engajado com as suas publicações. O que pode ocorrer é mudar o formato de entrada e claro a ferramenta privilegiar quem mantém constantes publicações patrocinadas. 

E agora Gabriel como assim? Patrocinadas?

Primeiro que a plataforma não tem fins filantrópicos é uma empresa que visa lucro e para que continue em constante evolução precisa investir, e para isso logicamente precisa de dinheiro.

Como o Google, o Instagram não gosta de oportunistas que só patrocinam publicações em momentos de alta ou devido a uma febre de momento. Ela privilegia aqueles que mantêm investimentos constantes e conteúdo adequado às suas políticas.

Ou seja, você deve incluir em sua estratégia publicações pagas e com conteúdos que estejam de acordo com as políticas da plataforma. É muito importante ter este alinhamento com o que publica, o formato e a política da plataforma.

Como definir orçamento para impulsionar as publicações?

Você tem definido sua persona? Seu público alvo? Qual a região de atuação?

Estas dentre outras perguntas você deve fazer antes de definir o investimento. Sem estas respostas você não deve nem começar.

Outro questionamento que me fazem é se devo ter um ou mais perfis.

Se você está promovendo sua marca pessoal e não de uma empresa você deve possuir apenas um perfil. Imagine se o seu cliente te procura no buscar e ele encontra 2 perfis, um fechado e outro aberto, não parece estranho?

Agora se o perfil é uma empresa independente do segmento você pode ter um perfil pessoal e outro corporativo. Mas lembre-se cuidado com o que publica no seu pessoal que pode afetar o seu negócio.

Agora lembre-se o Instagram vai entregar seu conteúdo se o seu público estiver engajado. Você precisa ter um conteúdo de qualidade e que interesse ao seu público alvo.


Eu sou Gabriel Valter Pianaro de Souza, consultor e mentor de Marketing.