E-commerce deixou a muito tempo de ser uma tendência, moda ou oportunidade. É um canal de vendas real e extremamente competitivo e as únicas formas de fazer o seu e-commerce decolar são: achar um nicho específico com produtos exclusivos ou que o planejamento do seu e-commerce seja levado a sério.

Sabemos que encontrar um nicho específico com produtos exclusivos é muito mais difícil hoje em dia. Bom então se você deseja entrar para este canal de vendas precisa ter atenção a detalhes muito importantes antes de se aventurar e hoje vou contar o porquê a grande maioria não decola.

No mercado existem dois de empresas que vendem na internet, as que são exclusivas de e-commerce e as que são do varejo físico e tem um e-commerce ou desejam começar a vender na internet, é sobre elas que vamos discutir primeiro.

Tudo começa com a decisão que está tomando que é muito importante e essencial para sua sobrevivência, sim sobrevivência. Empresas que ainda não vendem no ambiente digital não estão atrasadas, estão no século passado e precisam acordar imediatamente.

Se você já tem uma operação de varejo físico precisa se perguntar se está preparado para uma transformação digital, que é urgente e precisa ser levada com prioridade por você, pelas lideranças e colaboradores da empresa. Querer vender na internet e continuar tendo uma operação arcaica não vai lhe trazer o resultado esperado.

E quando o resultado não acontecer você vai culpar a agência, o gestor e quem mais for responsável pelo projeto. Nunca vai funcionar e se funcionar no início em algum momento começará a declinar e você não vai entender o porquê. Claro existem exceções sim, mas te afirmo que a grande maioria passa exatamente por este momento.

Ponto muito importantes que irá fazer com que o seu e-commerce não decole é o tal do barato, todos nós sabemos que o barato sai caro não é mesmo?

Quero trazer 5 situações que afetará o sucesso ou não do seu e-commerce:

1 Plataforma

A escolha deve ser realizada por um profissional da área ou um consultor após pesquisa e entendimento do negócio. Cuidado com as agências que são especialistas em “x” plataformas elas no anseio de te vender oferecem nem sempre a melhor solução para o seu negócio.  Busque muita referência antes de contratar. Lembrando que a plataforma não vende sozinha.

2. Estrutura sem integração

É o que mais acontece com empresas que ainda não passaram por uma transformação digital e operam seu e-commerce sem as integrações sistêmicas e de operação, ocasionando um aumento no quadro de colaboradores para suprir deficiências de tecnologia tornando a operação muito cara mesmo vendendo altos volumes. A operação não se paga se torna inviável, deficitária e um problema em muitos casos.

3. Sem investimento

A concorrência está lá investimento de forma séria e você precisa saber que terá que abrir a mão, sem investimento e estrutura seu resultado não vai acontecer. Simples assim.

4. SEO e Cadastro de produto

Primeiro quero falar de SEO que significa Search Engine Optimization (otimização de mecanismos de busca) e é o conjunto de técnicas usadas, geralmente divididas entre tecnologia, conteúdo e autoridade, para alcançar bom posicionamento de páginas de um site no Google e em outros buscadores, gerando tráfego orgânico. Fonte RD Station

Em resumo essa técnica o ajudará a ficar em evidência de forma orgânica e aumentará suas chances de vender mais, só que o resultado não acontece de um mês para o outro, pode levar muito tempo para que seu site seja relevante o suficiente.

Lembrando que não é só elaborar a estratégia uma vez, SEO é um trabalho quase que diário de pesquisas e análises. É um trabalho contínuo.

E o cadastro de produto? Esse é o calcanhar de aquiles da grande maioria das empresas.

Primeiro jamais copiar da concorrência ou a descrição da indústria. O cadastro de produtos deve possuir técnicas de copywriting e o máximo de informações possíveis sobre o produto, técnica de SEO, boas fotos e vídeos. Você deve preparar o cadastro do produto antes de ter o seu e-commerce no ar.

5. Copiar a concorrência

Boa sorte.

Eu já comentei aqui em outros momentos seja original, crie uma marca, seja único, utilize a concorrência para benchmarking, mas nunca para copiar.

No dia 28/04 vamos falar para os empreendedores que desejam começar a vender APENAS na internet


Eu sou Gabriel Valter Pianaro de Souza, Head Of Marketing, Consultor, Mentor e Conselheiro do Núcleo Futuro e Tendências da ADVB/PR