Uma das grandes questões da humanidade é se temos o livre arbítrio ou se nossa vida tem um destino traçado. Será que mesmo tomando algumas decisões ou tentando burlar alguns presságios, não acabamos tento o mesmo resultado? Será que Maquiavel tem razão sobre sua famosa frase: “O fim justifica os meios”?

Podemos perder horas e horas tentando desmistificar esta questão. Mas acho que não vem ao acaso agora. Pois, hoje estreia nos cinemas A Hora de sua Morte, um filme de terror que traz toda essa reflexão, junto com muitos sustos. Ou ao menos tenta trazer.

LEIA MAIS: ‘Maria e João – O Conto das Bruxas’ traz versão assustadora do clássico

O longa mostra que a vida dos usuários que baixaram um aplicativo misterioso de nome Countdown, contagem regressiva em português, estavam com os dias contados. Filosoficamente interessante, o terror juvenil do cineasta ainda não muito conhecido, Justin Dec, brinca com este mistério que assola a humanidade há séculos, com muito misterioso, um toque de assombração e de maldição demoníaca, porém, deixa a desejar em alguns pontos.

Dec, que também assina o roteiro, traz todo clichê já visto em produções anteriores do mesmo gênero, mas esquece em aprofundar e explorar mais a trama. A representação do demônio é esdrúxula e banal.

O que ajuda comercialmente na divulgação do longa é seu elenco, que conta com estrelas como Elizabeth Lail, da série Você; Jordan Calloway, de Raio Negro e a famosa Roxelle de Todo Mundo Odeia o Chris, vivida por Tichina Arnold. No entanto, não há nenhum destaque de interpretação.

VEJA TAMBÉM: Netflix estreia série de terror filmada no Brasil

Típico terror para os casais que marcaram aquele encontro com o crush, A Hora de sua Morte vem para tentar se consolidar como uma sequência no gênero, mas não deve fazer nome na história do cinema.

Avaliação:⭐⭐1/2
Pra quem gosta: terror
Pra assistir com: amigos e crush
Filmes/Séries semelhantes: A Morte te dá Parabéns, Scream – A Série, Verdade ou Desafio.