Um conto folclórico pode ser um bom aliado para o cinema, ainda mais para os filmes do gênero de terror. La Llorona entra nesse quesito. A estória mexicana é sobre uma mulher que mata seus filhos afogados e anda pelo mundo chorando a procura de crianças que possam substituir sua prole.

Do mesmo produtor da sequência Invocação do Mal e do spin off Annabelle, Jame Wan volta as telonas com ajuda do diretor estreante Michael Chaves levar o folclore mexicano ao cinema. Veja trailer:

Com uma estética à la O Exorcista e suspense de O Chamado, A Maldição da Chorona é um longa que une tudo o que deu certo nos grandes filmes de terror blockbusters.

Mikki Daughtry e Tobias Iaconis que, por incrível que pareça, trabalharam juntos no roteiro do romance adolescente A Cinco Passos de Você, entregam uma história convincente, de sustos criativos e tensão que cresce ao longo da trama.

Chaves estreia ao cinema com pé direito, o plano-sequência da primeira cena é excelente. Todo ritmo criado ao longo do filme trouxe dinamismo e clima misterioso e assustador que ajudaram na construção de um ótimo longa do gênero thriller.

+ Chuck ganha visual novo em reboot de Brinquedo Assassino, veja!

+ Vingadores: Ultimato tem cena vazada e revolta fãs

+ Filme mais feio do ano estreia em Curitiba

E olha que interessante, não é a primeira vez que La Llorona assusta os espectadores nos cinemas. Em 1960, René Cardona lança o filme “La Llorona” que segue a mesma premissa do longa de Chaves. Já em 1963, Rafael Baledón dirigiu, produziu e escreveu um filme de mesmo nome da produção norte-america. Ambos os cineastas eram da Era de Ouro do cinema mexicano. Mas ao contrário do longa dos EUA, o clássico de Baledón mostra um casal viajando para uma antiga casa e acaba encontrando uma mulher rodeada de cães que procura sangue humano para dar a uma vampira.

A esquerda, cena do filme “La Llorona” (1960) e, a direita, cena de “A Maldição da Chorona” (1963)

Enfim, tanto as produções dos anos 60 e o estreante filme, A Maldição da Chorona é uma ótima história que merecia ser contada há muito tempo.

Se sua vontade é superar o medo, dormir de luz acesa e se desafiar para não pagar aquele mico gritando com um susto dentro do cinema, o novo filme do produtor James Wan é a boa da vez. Ele estreia hoje nas salas de cinema de Curitiba.

Aliás, uma velha conhecida dos filmes de terror dá as caras no longa. Quer saber quem é? Então assista ao filme!

Avaliação: ⭐⭐⭐
Pra quem gosta:
terror, thriller
Pra assistir:
sozinho, com crush, com amigos
Filmes/Séries semelhantes:
A Maldição da Residência Hill, O Grito e A Profecia