Uma vina ou duas vinas? Quem é de Curitiba já se ligou que o assunto é Cachorro Quente. A iguaria amada por grande parte dos brasileiros e tem uma data, comemorada nesta quinta-feira (09). Com purê de batatas, batata-palha, molho de pimenta, ervilha, milho, enfim, as receitas são as mais variadas possíveis são adaptadas de acordo com a região do Brasil. Com farofa ou sem? Tem gente que ama e outros que odeiam.

Mas de onde surgiu esse lanche tão tradicional entre os brasileiros? Tudo começou muito tempo atrás e não foi “na Ilha do Sol”, como diria o cantor Netinho. Foi nos meados de 1850 quando um açougueiro alemão teve a brilhante ideia de criar a vina, também conhecida pela população de fora de Curitiba como salsicha. Porém, foi em 1880 que essa salsicha foi levada aos Estados Unidos, quando começou o encontro perfeito.

VEJA TAMBÉM: Como conquistar a independência financeira

A curiosidade é que as “vinas” eram vendidas quentes e os clientes até queimavam as mãos, sendo necessário a utilização de luvas para a degustação. Até que em 1904, em Saint Louis, um padeiro teve a ideia de colocar um pão no lugar das lutas, nascendo assim o cachorro quente que conhecemos atualmente. O lanche ganhou fama aqui no Brasil muito tempo depois, em 1926, na Cinelândia, no Centro do Rio de Janeiro.

Bora aprender umas receitas de cachorro quente?

Receita de cachorro quente Curitibano

Pão de cachorro quente ou pão francês
1 cebola grande picada
1 lata de milho e outra de ervilha – ou uma misturada
1 molho de tomate pronto
500g de Vina (tá, pode ser de salsicha!)
2 tomates sem semente picados em quadradinhos
1 pimentão
Sal, pimenta e vinagre
Maionese, catchup e mostarda
Batata palha a gosto

Modo de preparo

Comece picando o tomate e cebola e o pimentão em quadradinhos depois coloque tudo em uma vasilha com o vinagre a gosto, um pouco de água, sal e pimenta para o molho vinagrete. Ferva as vinas (salsichas) e depois corte do jeito que preferir. Abra o pão, passe maionese, catchup e mostarda. Entre com as vinas e o vinagrete. Feche o pão e cubra tudo com a batata palha. Bom apetite!

Receita de cachorro-quente vegano

E para você que não come carne, mas não abre mão de um bom cachorro quente, segue uma receita que não leva carne mas é igualmente boa, confira!

Ingredientes:
-2 cenouras
-1 tomate
-1/2 xíc de milho
-1 cebola
-molho de tomate
-sal à gosto
-pão de cachorro quente

Faça uma marinada, da forma que preferir: use shoyu, água, limão, páprica, orégano, tomilho… prepare de acordo com o que você gosta, é bem intuitivo.

Modo de preparo

Descasque as cenouras e corte em rodelas de tamanho médio. Em seguida coloque as rodelas na marinada por uns 20 minutos. Pique bem a cebola e refogue junto com o tomate, depois adicione as cenouras junto com o líquido da marinada. Tampe a panela e deixe secar bem, para as cenouras ficarem parcialmente cozidas, quando o líquido secar, deixe as cenouras dourarem um pouco e adicione o milho. Por fim, acrescente o molho de tomate da sua preferência. E está pronto, agora é só servir no pão junto com o que você mais gosta.

*Colaborou Bruna Amorim

Receita de cachorro quente de forno

Massa

2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de leite
2 ovos
1 colher e meia (sopa) de fermento em pó
100 g de queijo ralado

Modo de preparo: No liquidificador bata a farinha, ovos, metade do queijo ralado e o leite. Depois, coloque o fermento e misture com uma colher.

Recheio

8 vinas cozidas e picadas
1 cebola picada em quadradinho
1 tomate picado sem sementes em quadradinho
1 pimentão picado em quadradinho
1 lata de milho / 1 lata de ervilha
azeitonas a gosto
meia lata de molho de tomate

Modo de preparo

Em uma panela misture todos os ingredientes e deixe cozinhar. Depois, abra a massa em uma forma e coloque o recheio. Coloque o restante do queijo e leve ao forno por cerca de 30 minutos, dependendo do seu forno.