Tuitada

Quando eu penso em parar de beber, eu lembro do bar, que ele tem família pra sustentar. Ai meu coração se compadece.

Piadas

Pedido ameaçador

Em uma favela qualquer, um grupo de traficantes armados chega em um boteco. Um homem bem baixinho e magro esta sentado no balcão e observa o grupo recém-chegado.

O primeiro traficante chama o garçom e fala em um tom ameaçador:

— Uma cerveja, senããão…

Todos os outros traficantes o imitam e o garçom serve a todos. O baixinho, vendo aquilo, se dirige para o garçom e, com a voz mais firme possível, diz também:

— Uma cerveja, senããão…

O garçom, com uma voz de desprezo:

— Senão o quê?

O baixinho com uma voz bem tímida responde:

— Ah… Senão pode ser uma Coca-Cola mesmo…

*****

Croquetes

Um bêbado chega num bar e pede para o balconista:

— Me dá uma cerveja e dois croquetes e o balconista responde:

— Meu senhor não temos croquetes

— Não tem? Tudo bem!

— Então me dá um copo de leite e dois croquetes.

— Meu senhor já disse não temos croquetes.

— Tudo bem!

— Então me dá uma coca e dois croquetes.

— Meu senhor já disse não temos croquetes!

— Então o que é aquilo ali?

— Ah é merda, é merda.

— Então me dá uma merda e dois croquetes.

Abraço do Darta

Antes de hoje, ontem. Foi aniversário da Kalinka Chechelski, da Marlene Stec, do chef Rafael Siqueira e do nosso super repórter Alex “Motoqueiro Selvagem” Silveira, da Tribuna. Hoje é dia do grande repórter da rádio Transamérica, Jairo Júnior, amigão do Darta. Parabéns, turma.