Muitos consumidores estão esperando pela Black Friday, que acontece nesta sexta (27). A expectativa dos clientes é poder comprar produtos – especialmente eletroeletrônicos e eletrodomésticos, a preços mais convidativos e com melhores condições pagamento.

Além da pesquisa de preços e avaliação se é realmente necessário e possível comprar o produto nesse momento, já que muitas vezes compramos por impulso, o consumidor deve ficar atento aos prazos de entrega. E os fornecedores mais ainda.

Explico: não se pode perder de vista que estamos no meio de uma pandemia, com uma escalada no número de casos, o que possivelmente trará repercussão relação aos prazos para entrega, já que muitas transportadoras estão tendo que diminuir seu efetivo, seja pela constatação de casos ativos e ainda pelo contato dos seus funcionários com pessoas contaminadas.

Além disso, a informação sobre os prazos de entrega deve ser dada de forma clara e ostensiva para o consumidor no momento da compra e até mesmo antes da concretização da mesma, para que o cliente possa escolher se realmente deseja comprar naquele fornecedor.

É preciso que fique claro que se eventualmente o prazo de entrega informado pelo fornecedor for descumprido, é direito do consumidor o cancelamento da compra, com a devolução de todos os valores pagos, inclusive frete.

Mas claro, é prudente que tenhamos bom senso. Pois o momento é difícil para todos nós.