Lançada no Brasil em 2015, a picape Oroch não é um grande sucesso em vendas no país, mas é um dos modelos nacionais mais exportados. Os principais consumidores são os países da América Latina e da África. E depois de quase sete anos, a Oroch vai passar por uma reformulação, mas não se deve esperar por alterações profundas na linha que vai estrear no primeiro semestre de 2022.

+ Leia mais: Que tal pilotar uma máquina à la Tony Stark?

Nós flagramos um modelo da nova Oroch rodando pelas ruas do bairro Bacacheri, em Curitiba, e deu para notar que as alterações se concentram mais na dianteira e na traseira, mas nada muito radical. Na dianteira, a nova Oroch deve ganhar um pouco do visual do Duster indiano, com faróis com luzes diurnas de leds integrados, nichos para faróis de neblina e grade com elementos cromados flutuantes. Na traseira, a camuflagem sugere que devem pintar novas lanternas.

Motor

A grande sacada da nova Oroch deve ser a troca do motor 1.6 SCe com 120 cv ou o 2.0 com 148 cv pelo novo 1.3 turbo de 170 cv e 27,5 kgfm, mesmo do Captur. Além disso, este powertrain deve contar com um câmbio CVT que simula 8 marchas.

Interior

Internamente, a nova Oroch não terá muitas novidades. O painel será uma reestilização do Duster. A grande diferença está na nova central multimídia, que será destaque, com nicho no meio do console central.

+ Veja mais: Previsão acertada da Mercedes

O volante é o mesmo do Duster. E o quadro de instrumentos é o mesmo da versão antiga do Captur, mas com velocímetro digital.

Agora é aguardar pelo lançamento oficial e saber se a nova Oroch vai fazer frente aos seus concorrentes no mercado brasileiro.