Publicidade

Aniversário de Curitiba 2018

Busão virou cupido

Escrito por Tribuna do Paraná

“Não é todo dia que se encontra o amor da nossa vida no ônibus”. Conheça a história do casal Rafael e Carolina

“Foi exatamente no dia 30 de novembro de 2005. Como eu poderia esquecer o dia em que conheci a mulher da minha vida? Era meu primeiro dia como estagiário no GPP, conheci a equipe do marketing e uma parte da equipe que trabalhava com a Tribuna do Paraná e O Estado do Paraná, mas o grupo todo tinha mais de 500 funcionários e não dava pra saber quem era quem em apenas um dia.

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Findado meu horário de expediente, tomei o rumo do ponto de ônibus para pegar o lendário Interbairros II que me levaria até a faculdade. Ao chegar no ponto, ainda tomado pela empolgação do primeiro dia de trabalho, vi uma moça simpática com a mochila da mesma faculdade onde eu estudava. Sem pensar muito fui puxar papo com a colega de trabalho: me apresentei, falei que era o primeiro dia e perguntei em qual setor ela trabalhava. A resposta foi curta e grossa “não trabalho aí”. Fim de papo naquele dia.

Mas, pela vontade de Deus, todos os dias encontrava a moça no Interbairros II e entre uma viagem e outra começamos a conversar e a nos conhecer melhor. Até que no dia 18 de dezembro eu tomei coragem e chamei ela pra sair. Depois dessa viagem foram muitas outras dentro do busão, até que um dia eu tomei mais coragem ainda e a pedi em casamento.

Depois do casamento continuamos nos mesmos empregos e o Interbairros II seguia firme como nosso companheiro diário. Ele fez parte da nossa vida, pois ele presenciou desde momentos românticos até as tretas que todo casal tem e também nos ajudou a colocar os pingos nos i’s da nossa relação.

Quem quiser casar, deixe o carro em casa e vá andar de ônibus, foi a recomendação dada pelo juiz de paz que celebrou nosso casamento e é a recomendação que eu dou pra você também”.

——

Mande sua história!

Essa é a história do Rafael Maia, coordenador de tecnologia da Tribuna do Paraná, e da sua doce Carolina. O Interbairros II é um ícone não só do transporte público de Curitiba, mas de toda a capital. Todo mundo já andou, nem que seja uma vezinha só, o nosso “Flecha Verde”.

Você tem alguma boa história para contar envolvendo especificamente o Interbairros II? Um amor, uma amizade, uma alegria. Mande sua história para a Tribuna do Paraná por intermédio deste link. Você pode ter a sua história contada no caderno especial do Aniversário de 325 anos de Curitiba. Participe e compartilhe com os amigos.

Sobre o autor

Tribuna do Paraná

(41) 9683-9504