Papai Noel de Curitiba conversa com crianças por videochamada

Publicidade

Bacacheri

Papai Noel de Curitiba conversa com crianças por videochamada; Saiba como agendar!

Gustavo Marques
Escrito por Gustavo Marques

Com a chegada do Natal em tempos de pandemia, a presença do Papai Noel ficou incerta. O contato precisa ser evitado para não dar chance ao novo coronavírus, já que o bom velhinho necessita de mais proteção, por estar no grupo de risco. Mas com o auxílio da tecnologia, um curitibano do bairro Bacacheri tem conversado com as crianças por aplicativo de videochamada, usando os adereços natalinos. Eu fiz o teste e a iniciativa está aprovada (veja o vídeo abaixo).

MAIS CAÇADORES – Menina de 8 anos escreve cartinha para o Papai Noel e pede cesta de Natal para a família

A ligação que conecta a imaginação com a pureza das crianças começou há duas semanas. O responsável por levar a mensagem natalina aos pequenos é Lauro de Andrade Junior, 61 anos. Formado em Administração, ele tem como hobby a cozinha. Adora fazer uma boa comida e sobremesas para reunir a família. No fim de 2017, fez 44 panetones. Colocou uma camisa vermelha e foi distribuindo nas ruas.

“Foi um momento muito importante para a minha vida. Ganhei muitos sorrisos das crianças que tinham até receio em pegar o panetone, mas teve situações de muita tristeza. Naquela noite, um homem estava sentado na própria urina no terminal do Guadalupe, no Centro. Aquela cena acabou comigo, mas decidi seguir no propósito de ajudar ”, disse Lauro.

LEIA TAMBÉM – Três crianças de Curitiba recebem dose do remédio mais caro do mundo

Em 2018, o administrador se cadastrou em empresas para trabalhar como Papai Noel. Na época, o bom velhinho titular do shopping Mueller acabou falecendo e ele assumiu a posição. Já ano passado, fez o Natal na cidade de Criciúma, em Santa Catarina.

Natal da pandemia

Com a pandemia do novo coronavírus, as ofertas de trabalho e a receita diminuíram para os Papais Noéis. Este ano, os shoppings estão utilizando algumas estratégias para proporcionar segurança a todos. Um exemplo ocorre no Palladium, no bairro Portão, em Curitiba. Lá, Noel fica separado da criança por um acrílico, durante pose para a tradicional foto de Natal.

Já o Lauro, priorizando a saúde das pessoas e dando um atendimento mais exclusivo, começou a fazer ligações para netos e filhos de amigos em 2020. A aprovação foi rápida entre os conhecidos até que a filha Marcela, de 35 anos, deu a ideia de cobrar um valor de R$ 20 pelo trabalho.

VIU ESSA? Após erros de diagnóstico, criança de 4 anos precisa de R$ 50 mil para não perder o rim

“Eu aceitei e ela colocou no Facebook. Não tem tempo limite e vou puxando o assunto. Falamos de muita coisa e reforço a importância do Natal”, comentou Lauro.

Para marcar um papo com o Papai Noel, entre em contato com o bom velhinho Lauro por mensagem pelo WhatsApp – o telefone é o (41) 99615-9261. Ho Ho Ho !

Sobre o autor

Gustavo Marques

Gustavo Marques

(41) 9683-9504