Casal de autistas empreendedores faz sucesso em Curitiba

Publicidade

Bairro Alto

Autistas desafiam adversidades e criam negócio de sucesso nas redes sociais vendendo brigadeiros

Escrito por Gustavo Marques

Um casal de namorados de Curitiba está fazendo um enorme sucesso na confecção de brigadeiros. Além de ser gostoso e ter uma ótima aparência, a dedicação dessa dupla virou referência aos amigos e clientes. A Autisdoces virou nome da empresa que tem como nobre missão, integrar a comunidade em prol da socialização de todos.

+Viu essa? Parreira na garagem faz aposentado viver tarde inusitada em Curitiba

Wandy de Carvalho e Daniel de Oliveira nasceram em São Paulo e vieram ano passado morar no Bairro Alto, em Curitiba. São estudantes universitários e são autistas. Wandy tem dificuldade de fala e Daniel tem um Distúrbio do Processamento Auditivo Central (DPCAC), que o prejudica na audição.

Com o objetivo de reforçar a renda salarial, os namorados começaram a vender balas na rua, no entanto, não deu certo e ficou perigoso em alguns momentos. Com as adversidades provocadas pelo autismo, a interação com as pessoas na rua acabou sendo prejudicada. Além disso, o nervosismo provocou crises sensoriais que deixaram eles desorientados, ou seja, ficaram perdida e não souberam voltar para casa. “Tentamos vender balas na rua, mas deu muito errado. Já passamos 4 horas na rua tentando voltar pra casa. Nos perdemos e decidimos mudar para evitar um novo problema. Voltava para casa chorando, pois não consigo interagir”, disse Wandy.

+Leia mais! Startup de Curitiba “recicla” lixo orgânico, devolve mudas e adubo e conquista clientes

A partir disso, os amigos ficaram sensibilizados e decidiram ajudar pagando cursos online e comprando insumos para a confecção dos doces que seriam vendidos pela internet. “Eu tinha muito medo de postar e as pessoas duvidarem da nossa capacidade ou criticarem. Lembro que foi o Daniel que postou e o retorno está acima do esperado. Tem muita gente pedindo e elogiando. Dizem que é o melhor brigadeiro que já comeram e estamos agora com muitas encomendas”, reforçou Wandy.

Doces fazem sucesso nas redes. Saiba abaixo como comprar. Foto: Gerson Kllaina/Tribuna do Paraná.

Como fazer contato pra comprar?

Luz María Romero, formada em Psicologia pelo Instituto Tecnológico de Sonora/México e Pós-graduada em Saúde Coletiva pela Universidade Positivo, é gestora do Instituto Buko Kasemodel. A instituição proporciona apoio e inclusão social às comunidades por meio de diversos projetos.

Luz María ficou sabendo pelas redes sociais sobre o casal Wandy & Daniel. “Fiquei sabendo e já recebi a informação que os doces são espetaculares. Essa relação é muito importante e precisamos entender sobre essa dificuldade de comunicação. Precisamos entender essa interação social e procurar alternativas”, relatou a psicóloga mexicana.

+Leia mais! Edifício com assinatura de Jaime Lerner tem fachada única e exclusiva em Curitiba. Conheça o Casario

Segundo Romero, o melhor caminho para qualificar a comunicação são os aplicativos de conversa. Caso os encontre na rua, seja breve. “Use frases curtas, vá direto ao ponto da compra, ou seja, não enrole para comprar. Outra dica é não focar o olhar diretamente nos olhos, dê mais atenção ao produto. Compre, agradeça e tchau”, aconselhou a gestora.

Como encomendar?

Para fazer uma encomenda entre em contato com a Altisdoces pelo Instagram. Vale reforçar que é preciso buscar os doces no Bairro Alto.

Sobre o autor

Gustavo Marques

(41) 9683-9504