Líder até o fim - Caçadores de Notícias

Publicidade

Bairro Novo Sítio Cercado

Líder até o fim

Ser um líder capaz de convencer uma comunidade inteira a ficar por quatro dias e quatro noites em frente à prefeitura de Curitiba e trabalhando pra que outras famílias resistissem à pressão das autoridades até conseguir as tão esperadas moradias em um lugar que deu origem à região conhecida como Bairro Novo, no Sítio Cercado. Essa é uma das conquistas que integram a trajetória de vida do aposentado Daniel Antônio de Araújo, 58, que preside, desde 2002, a Associação Beneficente dos Moradores e Amigos das Moradias Sítio Cercado I, II e III (Abemoam).

O passado de luta se faz presente pra Daniel, que começou a entender o poder de transformação social na época que trabalhava como maquinista de trem e passou a integrar o Sindicato dos Ferroviários. Na década de 90, ingressou no Movimento Nacional de Luta pela Moradia, do qual faz parte até hoje, e que respaldou a ação que originou o Bairro Novo. “Tínhamos uma negociação com a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab). As pessoas que foram pra frente da prefeitura estavam há anos na fila, esperando conseguir uma casa, mas só depois desse ato que o prefeito da época, o Jaime Lerner, trabalhou pra uma solução efetiva”, recorda.

Daniel Araújo lutou pelas primeiras casas do Bairro Novo e hoje comanda associação de moradores. Foto: Gerson Klaina.
Daniel Araújo lutou pelas primeiras casas do Bairro Novo e hoje comanda associação de moradores. Foto: Gerson Klaina.

Além dos 25 anos de trabalho como maquinista, Daniel trabalhou como servidor público municipal até 2012. “Cursei administração pública e tecnologia da informação, o que me ajudou a entender melhor tudo que resolvi fazer”, avalia. Hoje, a principal luta dele diz respeito à melhoria do Bairro Novo, que ele considera “estar abandonado”. Outra questão que absorve parte do tempo de Daniel é a cobrança sistemática da construção de mil casas populares em um área de São José dos Pinhais, que já tiveram os recursos anunciados via Programa Minha Casa, Minha Vida, mas até agora não saíram do papel.

Estímulo

Casado há 36 anos, completados no Dia dos Namorados, com a secretária escolar Eli de Camargo de Araújo, 52, Daniel encontra até hoje na companheira o suporte pra seguir na busca por condições melhores de vida. “Tem vezes que tento evitar me envolver, mas quando vejo, já estou em uma nova empreitada e sempre com o incentivo dela, que também quer uma vida melhor para todos”, reconhece.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=7Ny95wpTxu4[/youtube]

Leia mais sobre Sítio Cercado.

Sobre o autor

Tribuna do Paraná

Tribuna do Paraná

(41) 9683-9504