Publicidade

Curitiba

Acervo gigantesco de carrinhos faz “Casal Coleção” viralizar no Instagram

Aline e Muriro começaram a coleção durante a pandemia. Eles já têm mais de 100 mil seguidores no Instagram.
Escrito por Alex Silveira

Há algumas semanas, o casal Murilo Pires de Farias, 34 anos, e Aline Braine, 31 anos, viralizou nas redes sociais ao postar um vídeo relacionado à sua coleção de mais de 2 mil carrinhos em miniatura. Nas imagens, um dos filhos tenta pegar um carrinho do painel de coleção e é surpreendido pelo pai vigilante. Com isso, as postagens que começaram como diversão para a dupla, conhecida nas redes por “Casal Coleção”, se tornaram uma forma de negócio para manter o hobby de colecionar carros. Os dois moram em Colombo, região metropolitana de Curitiba, mas já têm mais de 80 mil seguidores pelo Brasil. 

Os mais de 2 mil carrinhos da coleção são  escolhidos com carinho, afinal a coleção segue aumentando a cada dia. O casal até fotografa os modelos para não comprar miniaturas repetidas. As páginas deles em várias redes sociais, como Instagram e Youtube, foram criadas para que eles curtissem a coleção junto com outros amantes do mundo automobilístico. Com muitas brincadeiras, piadinhas descontraídas e informação, eles se destacaram e foram ganhando seguidores.

+Leia mais! Locomotiva Mariazinha é sucesso em Curitiba! Entenda como trem virou enfeite de jardim

“Começou de maneira despretensiosa, durante a pandemia. Nossos amigos vinham aqui em casa e se encantavam com o painel de carrinhos. Tivemos a ideia de dividir isso com mais gente”, explica Farias. Os conteúdos, segundo ele, tinham 100, 200 visualizações e já estava ótimo. Até que o vídeo com o filho explodiu de views.  O que antes eram 20 mil seguidores, se tornaram cerca de 85 mil.

“Postamos o vídeo do nosso filho e achamos que seria mais um reels qualquer. No dia seguinte, tinham 100 mil visualizações, daqui a pouco 200 mil. Passaram-se dois dias e bateu 1 milhão. Foi uma surpresa”, conta o pai.

>> Viu essa? Morador do Sítio Cercado pede fiado e abre hamburgueria de sucesso

O reels foi postado no dia 12 de julho. Nas imagens curtinhas, um dos filhos tenta pegar um dos carrinhos, imaginando que o pai não sentiria falta. Logo, Murilo aparece escondido atrás do sofá. O nome do vídeo é “A coleção tem sensor de presença! Só pode!”. Até a manhã de sexta-feira (29), eram mais de 22 milhões de visualizações e de 1 milhão de curtidas.

Nas várias publicações do casal, se nota um expositor gigante de carrinhos, no meio da sala, tomando conta da decoração. Farias conta que são 1.176 nichos só ali. “Tem mais pela casa. Até no meu antigo quarto da casa da mãe, por isso são mais de 2 mil carrinhos. Senão, não caberia”, brinca. O expositor foi projetado por eles, que complementaram o acabamento com um marceneiro. A colmeia, que é o espaço onde ficam os carrinhos, foi feita em uma fábrica especializada nesse tipo quadro. “Começou com dois expositores padrão, de 120 lugares cada um. Depois quatro, seis e tivemos que partir para o personalizado”, explica.

+Leia ainda! Miniaturas impecáveis de veículos tornam passatempo de engenheiro da RMC uma verdadeira arte

Arquivo Pessoal

Os carrinhos da coleção são na escala 1:64, pelo menos a maioria deles. Mas tem também alguns maiores. A marca Hot Wheels predomina. O hobby começou há sete anos, antes de conhecer a esposa. “Comecei quando ainda morava na casa da minha mãe. A meta era ter 100 miniaturas. Eu consegui e parei. Quando conheci a Aline, ela tinha a mesma paixão por carros e decidimos continuar. Já investimos cerca de R$ 15 mil nessa paixão”, detalha Farias.

Mas, para isso, foi preciso criar um negócio sustentável. O “Casal Coleção” tem até adesivo para personalizar embalagens de venda de carrinhos. “A gente teve a ideia de criar uma identidade visual, daí veio o nome Casal Coleção. Fizemos adesivos e criamos um negócio, de venda e compra de carrinhos para  ampliar a nossa coleção. Esse lucro, digamos assim, vai todo para a coleção”, explica o colecionador.

Os dois tem uma loja na plataforma de e-commerce Shopee e costumam realizar lives de vendas pelo Instagram. Murilo é funcionário público e a Aline é professora de música e artes. “Como costumo dizer para as crianças, dinheiro não dá em árvore”, brinca ele.

+Leia ainda! Céu também é delas! Conheça a única copiloto do Grupamento de Operações Aéreas da Polícia Civil do Paraná

Apenas este expositor na casa de Aline e Murilo tem 1.176 carrinhos. Arquivo Pessoal

Quem edita os vídeos pras redes é a Aline Braine. Por ser professora, na pandemia de coronavírus ela teve que aprender a lidar com edição, por causa das aulas remotas, que precisavam de criatividade para atrair os alunos. “Como todo mundo ficou em casa, as aulas tinham que ser por vídeos. E a Aline ficou expert nisso. Tanto que, de repente, o nosso canal que era pouco visto saltou para milhões de visualizações no reels”, conta Farias.

Sobre as brincadeiras nos vídeos em que os filhos Caleb e Heitor, de 9 e 8 anos, aparecem, Farias diz que toma algumas críticas de seguidores, que não entendem algumas ironias. “Principalmente quando postamos que eles não podem tocar na coleção. Nos chamam de malvados. Mas a verdade é que nos vídeos tem muita tiração de sarro. Os dois cresceram com a gente colecionando, então eles nem dão muita bola pra querer brincar com os carrinhos. Eles têm a coleção deles, que também quase nem brincam. Tudo certo”, finaliza o colecionador.

+ Motorizada! “Até os curitibões vão gostar”, diz Greca sobre miniatura de biarticulado

Sobre o autor

Alex Silveira

(41) 9683-9504