Cratera ameaça importante rua de ligação do Centro com a CIC em Curitiba | Tribuna do Paraná

Publicidade

Curitiba

Cratera ameaça importante ligação do Centro com a CIC em Curitiba

Buraco causado pelas fortes chuvas deixa o trânsito complicado na rua Eduardo Sprada no Campo Comprido. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná
Escrito por Luiza Luersen

Buraco cheio d’água ameaça trânsito na Rua Eduardo Sprada, uma das vias que liga a região central à CIC em Curitiba

O caminho é agitado. Próximo a Rua Eduardo Sprada, esquina com a Rua Carlos Müller, tem escola, terminal de ônibus, universidade, mercado, lojas e tudo aquilo que a população necessita, mas quem precisa passar por este trecho da Cidade Industrial de Curitiba vem sofrendo bastante. Após as fortes chuvas que caíram sobre a capital paranaense, na última quinta-feira, uma cratera se abriu na rua.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Durante o temporal, que durou duas horas, foram 118,4 milímetros de chuva, número muito próximo ao esperado para o mês todo de fevereiro. Com um volume tão alto em tão pouco tempo, ruas alagaram, árvores caíram e asfaltos ficaram destruídos. Em um registro feito pelo fotógrafo Átila Alberti, da Tribuna, é possível notar que o “buraco” está repleto de água e que a preocupação de alguns é justificável. Na via passam diversos ônibus, carros, pedestres e até mesmo ciclistas. O receio é que, mesmo com uma sinalização feita pela Prefeitura, um acidente aconteça, já que houve a ruptura de uma galeria pluvial.

+Caçadores! Abandono ameaça praça com vista panorâmica de Curitiba

De acordo com o Departamento de Pontes e Drenagens da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop), os técnicos vão apurar ainda hoje a extensão do problema na via e qual será a obra necessária para consertá-lo. “A previsão é de que o trabalho de reparo na Rua Eduardo Sprada inicie na próxima quinta-feira (amanhã) e pode durar cerca de um mês, dependendo da gravidade dos danos presentes na galeria”, diz parte da nota.

+Caçadores! Brigadeiro gigante é atração de confeitaria de Curitiba. Você  dá conta??

O mesmo problema?

Quem é morador da Cidade Industrial lembra que em janeiro de 2018 um problema parecido assustou a população. Uma cratera se abriu no dia 30 de janeiro, na Rua João Dembinski, e o local chegou a ficar quatro meses interditado, quando as fortes chuvas fizeram com que um barranco cedesse bem ao lado de um conjunto de apartamentos. O problema também teria sido causado por ruptura de uma galeria pluvial.

O conserto levou cerca de quatro meses, mas em outubro de 2018 a rua voltou a ceder e a preocupar moradores da região, isso porque uma enorme rachadura apareceu no local, que fica em uma área de bosque, nos fundos do Centro de Educação Infantil Ubatuba Tambaú. Na época da publicação da matéria a Prefeitura informou que uma análise preliminar considerou que poderia ter havido uma acomodação do solo que não causa riscos de queda.

+Caçadores! Novas ‘doenças do sexo’ ameaçam Carnaval e preocupam especialistas

Embora a explicação da prefeitura para a origem da cratera tenha sido a ruptura de uma galeria pluvial, que teria causado a erosão e o afundamento da Rua João Dembinski, alguns moradores afirmaram que o local sempre foi assim, e que resolveu “afundar de vez” naquele dia.

Golpistas utilizam seus dados para faturar grana na rodoviária. Cuidado!

Sobre o autor

Luiza Luersen

(41) 9683-9504