Família de criança que recebeu remédio mais caro do mundo faz rifa de moto de luxo

Publicidade

Curitiba

Família de criança que recebeu remédio mais caro do mundo faz rifa de moto de luxo pra pagar tratamentos

Escrito por Leonardo Coleto

Família de criança que recebeu remédio mais caro do mundo faz rifa de moto de luxo pra pagar tratamentos

**Por Luiz Kozak, especial para a Tribuna do Paraná

A pequena Gabriella Amaral Cardoso, de 2 anos e 7 meses, precisa de ajuda. Mesmo após conseguir na Justiça o direito de receber a dose única do Zolgensma, remédio mais caro do mundo (R$ 12 milhões), a família da jovem precisa de ajuda para custear os tratamentos para a Atrofia Muscular Espinhal, doença genética rara, progressiva e muitas vezes letal. Por isso, os pais de Gabi, que moram em Curitiba, organizam a rifa de uma moto BMW RR 1000cc, avaliada em cerca de R$ 110 mil. O sorteio do número vencedor acontecerá no dia 25 de junho e o valor unitário é de R$ 50.

>> Veja mais sobre a história da Gabriella!

“Já vendemos mais da metade dos 10 mil números da rifa, mas ainda faltam 4.800. Quem participar da nossa campanha não estará apenas concorrendo a uma super moto BMW Tricolor edição especial, mas também ajudará um anjinho para conseguir uma qualidade de vida digna. Então nós pedimos que, quem não puder comprar a rifa, que possa compartilhar essa história de superação”, pede Evelyn Amaral, mãe de Gabriella.

Para conciliar o cuidado e os tratamentos de Gabi, a mãe Evelyn tem trabalhado em home office. Já o pai, que busca emprego, tem se dedicado 100% à filha. “A Gabi vai precisar de tratamentos e terapias para o resto da vida, mesmo após tomar o remédio, que custou R$ 12 milhões. Nós precisaremos levá-la a fonoaudiólogos, fisioterapeutas e diversos outros especialistas. Por isso, precisamos de ajuda para custear todos esses médicos”, explica a mãe.

Atrofia Muscular Espinhal (AME)

A Atrofia Muscular Espinhal afeta a capacidade do indivíduo de caminhar, comer e, em última instância, respirar. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), entre 45% e 60% das crianças acometidas com a AME desenvolvem a forma mais grave (tipo 1) e que pode evoluir para a morte. A doença afeta aproximadamente um em cada 10.000 nascidos vivos.

Quer ajudar?

Para participar da rifa solidária para ajudar a Gabriella, deposite o valor referente ao número de rifas que deseja adquirir pelo PIX: amegabriella27@hotmail.com e enviar o comprovante pelo número de Whatsapp (41) 99623-7158.

Mas caso não tenha interesse na rifa, mas queira ajudar da mesma forma, a família também disponibilizou duas contas bancárias para doações de qualquer valor:

Banco do Brasil
Gabriella Amaral Cardoso
Agência 3511.4
Conta Poupança 34882-1
CPF 15133414994
Gabriella Amaral Cardoso

Caixa Econômica Federal
Gabriella Amaral Cardoso
Agência 0374
Operação 1288
Conta corrente: 970060685-1
CPF 15133414994

Sobre o autor

Leonardo Coleto

(41) 9683-9504