Publicidade

Curitiba

Jogo criado por curitibano “treina” cérebro de crianças e adultos para matemática

Escrito por Alex Silveira

Um jogo para celular criado por um curitibano ajuda a aprimorar o cérebro do jogador por meio de operações matemáticas. O aplicativo Math Shot (disponível para Android) serve para crianças e adultos. Por ser educativo, ajuda no aprendizado, no aumento da atenção e promove melhora das habilidades multitarefas das pessoas, mas o legal é que o “treino” cerebral ocorre sem o jogador se dar conta.

O conceito foi criado pelo Software Development Engineer (engenheiro de software) Marcelo Korjenioski, 38 anos, com base em um estudo sobre os benefícios dos jogos de videogame cheios de ação e super rápidos, da cientista cognitiva francesa Daphne Bavelierm, professora da Universidade de Genebra, na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação. O Math Shot é gratuito e Marcelo Korjenioski diz que os resultados começam a aparecer em 15 dias, com uma rotina de partidas diárias de 20 minutos.

LEIA MAIS – Apaixonado pelo espaço, fotógrafo constrói observatório pertinho de Curitiba pra receber entusiastas. Veja!

Segundo Korjenioski, o projeto foi criado em 2012, para usar no Facebook, com o objetivo de ajudar o sobrinho dele, de 8 anos, com as operações matemáticas na escola. “Ele estava tendo dificuldade com multiplicação, então a primeira versão do Math Shot foi feita para ajudá-lo na memorização da tabuada”, contou. A ideia do jogo veio depois que o curitibano assistiu um TED Talk da Daphne Bavelier chamado Your brain on video games (O cérebro e os videogames, na tradução livre). “Decidi me aprofundar no estudo para aplicar no Math Shot os conceitos passados por ela. Jogos com ação e bastante movimentos rápidos, conforme a pesquisa da cientista, ajudam na atenção e aumento de foco ‘treinando’ o cérebro. Para você dirigir seu carro, prever problemas, você fica mais esperto. Nas crianças, mesma coisa”, contou.

O Math Shot é gratuito e Marcelo Korjenioski diz que os resultados começam a aparecer em 15 dias. Foto: Gerson Klaina/Tribuna do Paraná.

Marcelo Korjenioski diz que o tempo passou e o jogo foi ficando para trás. O Facebook também foi perdendo o interesse nos jogos, que eram o auge naquela época. Recentemente, o técnico em Java diz que o filho de um amigo estava precisando de apoio na matemática. “Resolvi resgatar aquele código antigo e adaptar para Android”, revela. Desde então, o Math Shot está disponível na Play Store do Google. O criador busca apoio para ampliar o game. “Levar para o IOS e incluir novas fases, para crianças mais novas, que ainda não são capazes de realizar cálculos, mas conhecem as sequências numéricas”, diz.

VIU ESSA? – Mãe que vale ouro! Filho de empregada vira doutor em engenharia pela UFPR

Math Shot

A ideia central do Math Shot é uma batalha de cálculos contra um oponente, onde vence quem encontrar mais resultados das operações matemáticas dentro do tempo de jogo.

Após iniciar o game e iniciar uma batalha, há duas prateleiras com 25 garrafas cada e com números impressos em cada garrafa. Uma prateleira é do jogador e a outra do oponente. Há uma placa na parte de superior onde é exibida a operação a ser resolvida, por exemplo: 1 + 1 = ?.

SAIBA MAIS – Homem na faxina: “diaristo” de Curitiba rompe preconceito na limpeza de casas

O Jogador deve encontrar entre as 25 garrafas qual é a resposta correta da operação exibida e tocar nela para ganhar pontos. Acertando o resultado, uma nova operação será exibida. Para criar um ambiente competitivo e estimular o jogador, existe um adversário controlado pelo sistema. Para estimular a urgência na resposta e desenvolver o foco, existe a contagem regressiva e quem acertar mais respostas antes do tempo acabar ganha.

São 60 níveis de dificuldades variando entre os modos de jogo: operação de soma, subtração, divisão, multiplicação, modo aleatório de operações e modo sequencial lógico para ensinar a sequência dos números. 

Existe um ranking das melhores pontuações dos níveis que estimula o jogadores a melhorarem cada vez mais suas habilidades matemáticas. “Na época do Facebook, na primeira versão, indianos e chineses eram os melhores colocados no ranking. Sinal que devemos estimular ainda mais nossas crianças na matemática”, finaliza o Marcelo Korjenioski.

Para baixar o Math Shot, basta clicar no link – https://play.google.com/store/apps/details?id=com.phaneronsoft.mathshot. Vale lembrar que há um outro jogo com o mesmo nome, mas o link direciona direto para o aplicativo desenvolvido pelo curitibano.

Rotina Divertida

Não é a primeira vez que Marcelo Korjenioski é notícia na Tribuna. Em outubro de 2019, ele e outro empresário, Altieres Herculano Bianchi de Queiroz, criaram o “Rotina Divertida”, um aplicativo gratuito que se tornou útil na vida de crianças com autismo. O app ajuda as crianças a organizaram as suas rotinas dentro de casa. Cada vez que uma tarefa é cumprida, como por exemplo arrumar a cama ou escovar os dentes, dá pra dar um finalizar na tarefa dentro do app.


Precisamos do seu apoio neste momento!

Este conteúdo te ajudou? Curtiu a forma que está apresentado? Bem, se você chegou até aqui acredito que ficou bacana, né?

Neste cenário de pandemia, nós da Tribuna intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise. Bora ajudar?

Ao contribuir com a Tribuna, você ajuda a transformar vidas, como estas

– Pai vende vende 1000 bilhetes de rifa com a ajuda da Tribuna pra salvar o filho
– Leitores da Tribuna fazem doação de “estoque” de fraldas para quíntuplos
– Leitores se unem para ajudar catadora de papel de 72 anos

E tem várias outras aqui!

Se você já está convencido do valor de sua ajuda, clique no botão abaixo


Sobre o autor

Alex Silveira

(41) 9683-9504