Praça do Gaúcho: comércio pode ter que fechar mais cedo | Tribuna PR - Paraná Online

Publicidade

São Francisco

Horário limitado

Tribuna do Paraná
Escrito por Tribuna do Paraná

Limitar o horário de funcionamento dos bares até 2h da madrugada é uma das medidas estudadas pela Prefeitura de Curitiba para conter os problemas de segurança pública e perturbação de sossego que vêm sendo registrados na Praça do Gaúcho, no bairro São Francisco. Como a Tribuna do Paraná mostrou com exclusividade na última terça-feira (14), tráfico e consumo de drogas, bebedeiras e brigas tomaram conta da Praça do Redentor – nome oficial do local – principalmente de quinta-feira a domingo. De dia e de noite.

A situação incomoda os vizinhos e comércios legalizados situados no entorno, que reclamam do mau cheiro de drogas e urina na frente das residências e estabelecimentos. Moradores do bairro relatam que se sentem “reféns da baderna”. Os órgãos de segurança alegam que realizam operações conjuntas para coibir crimes e irregularidades na região, mas os donos de bares cobram mais providências.

“Tem muitos menores ali. Cadê os pais dessa rapaziada? Precisamos de políticas públicas para a juventude. Os bares não são culpados. A turma leva bebida de casa, de supermercado”, argumenta o presidente do Sindicato das Empresas de Gastronomia, Entretenimento e Similares de Curitiba (Sindiabrabar), Fabio Aguayo. “Teremos que fazer um ‘mutirão’ envolvendo Polícia Militar, Guarda Municipal, Secretaria de Trânsito, para resgatar o lugar e para a turma que está ali ver que o Estado está presente e respeitar o espaço de convívio público. Têm menores que brincam de skate ao lado de pessoas usando drogas”, aponta.

Outras medidas

Além do limite de horário para fechar, donos de bares sugerem integração das câmeras de segurança dos estabelecimentos com a segurança pública e reforço da limpeza pública. “Em outros locais onde isso foi feito, como no Shopping Hauer, Praça de Espanha e Vicente Machado, a situação está melhorando”, compara Aguayo.

A prefeitura informou que a Praça do Gaúcho passou a ser incluída no programa Balada Protegida na última sexta-feira (10). Com base no mapeamento realizado no local, a administração municipal vai chamar os envolvidos para discutir ações conjuntas de enfrentamento da situação. Mas, conforme a Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito, a data e horário desta reunião ainda não estão fechados.

Sobre o autor

Tribuna do Paraná

Tribuna do Paraná

(41) 9683-9504