Publicidade

Tatuquara

Mais saúde

Escrito por

A aposentada Ana Clara Barros de Oliveira, 80 anos, mora no Tatuquara há apenas um mês, mas aguarda ansiosamente a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas do bairro. “O postinho de saúde mais próximo de casa fica muito longe para eu ir. Além disso, é apenas uma unidade de saúde, onde não tem especialidades. Com a UPA, acho que eu e o bairro teremos mais estrutura em saúde”, conta.

De acordo com a aposentada, hoje o grande problema dos moradores do Tatuquara é ter acesso à saúde emergencial. “Temos aqui bastante postos de saúde, mas quando precisamos de algo mais sério temo que ir longe, na UPA do Pinheirinho ou no Hospital do Trabalhador”, lamenta.

O vendedor Luciano Neves conta que há poucos dias passou sufoco com um vizinho que tinha torcido o pé realizando uma pequena obra dentro de casa. “Como não tenho carro e nem ele tinha, tivemos que chamar um táxi pra levá-lo até a UPA do Pinheirinho. Mas só conseguimos chegar uma hora e meia depois. Durante esse tempo meu vizinho sentiu muita dor e não sabia o que fazer”, desabafa.

Prefeitura promete entregar UPA à população em janeiro de 2016. (Foto: Gerson Klaina)
Prefeitura promete entregar UPA à população em janeiro de 2016. (Foto: Gerson Klaina)

Estrutura

As obras da UPA 24h do Tatuquara começaram no mês de agosto do ano passado. Com recursos municipais de R$ 4,8 milhões e R$ 2,6 milhões provenientes do Ministério da Saúde, o que representa um custo total de quase R$ 7,4 milhões, a unidade terá capacidade para realizar 15 mil atendimentos mensais.

De acordo com a prefeitura de Curitiba, a obra está dentro do cronograma e a previsão de entrega é para janeiro de 2016. A UPA Tatuquara fica na Rua Jornalista Emilio Zola Florenzano, esquina com a Rua João Klos. Terá  2.623,75 metros quadrados de área construída, em dois pavimentos.

Leia mais sobre Tatuquara

Sobre o autor

(41) 9683-9504