Ter clareza do seu objetivo profissional e da relação que ele tem com sua atual carreira é fundamental para decidir o que é melhor para você.

Apenas 19,93% dos brasileiros graduados que estão inseridos no mercado de trabalho desenvolvem atividades relacionadas às suas profissões.

A informação foi extraída de uma pesquisa realizada pelo Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube), em todos os estados do país e no Distrito Federal.

O estudo ainda revelou que menos de 15% dos recém-formados conseguem emprego na área em até 3 meses após concluírem a graduação.

E quando analisamos a taxa de desemprego, os números também não são animadores. Segundo o IBGE, entre os jovens de 18 a 24 anos, inclusive os recém-formados, 29,8% estão sem trabalho.

Por que um número tão baixo de pessoas com ensino superior consegue trabalhar na sua área de atuação? Por que tantos recém-formados não conseguiram ingressar no mercado?

Mercado de trabalho exigente

Falta de oportunidades, baixa remuneração e falta de qualificação são algumas das causas que levam os graduados a não exercerem suas profissões ou, até mesmo, estarem insatisfeitos com elas.

Independente do motivo, a verdade é que o mercado de trabalho se mostra cada vez mais competitivo e exigente. E por isso, ter só um canudo em mãos não garante mais sucesso profissional.

Dessa forma, muitas pessoas buscam se qualificar, seja para alcançar uma vaga em suas áreas ou até mesmo para conquistar melhores postos de trabalho.

E é nessa hora que surge a dúvida: é melhor investir em uma especialização ou iniciar uma segunda graduação?

Na verdade, não existe uma resposta certa para essa pergunta. Tudo vai depender dos objetivos profissionais de cada um e do nível de satisfação com a carreira atual.

Agora, se você está enfrentando um dilema como esse, continue a leitura e descubra os prós e contras das duas opções para seu direcionamento profissional.

Autoconhecimento é fundamental

Embora não seja uma tarefa das mais simples, afinal de contas envolve seu futuro profissional, decidir entre uma pós ou nova graduação pode ser algo mais leve.

A primeira coisa é ter clareza em sua mente sobre seu objetivo profissional e qual a relação dele com sua atual carreira. O seu autoconhecimento tem papel decisivo nesse processo.

Procurando uma graduação? No UniBrasil tem muitas opções. É especialização? É no UniBrasil também!

Quando fazer uma segunda graduação

Fazer uma nova graduação é uma boa opção para quem está insatisfeito com a carreira. Uma nova formação trará possibilidades inéditas para a vida profissional.

Vantagens:

  • Além de poder abrir as portas para uma nova carreira, um segundo diploma também serve para complementar sua primeira formação;
  • Mesmo que seu objetivo não seja totalmente profissional, a nova graduação permitirá que você aprimore suas competências;
  • Dependendo de qual seja o novo curso, é possível aproveitar algumas disciplinas já cursadas e, assim, concluir mais rápido;
  • Se as duas graduações tiverem relação, seu currículo pode ficar mais atraente, podendo lhe diferenciar de outros profissionais.

Desvantagens:

  • Fazer um novo curso vai demandar investimento financeiro e dedicação;
  • O período de duração de uma segunda graduação costuma ser maior do que uma pós, por exemplo.

Quando fazer uma pós-graduação

Uma especialização é ideal para quem se sente realizado na atual carreira, mas deseja se aperfeiçoar em um segmento específico. Ou ainda, para pessoas que desejam um cargo melhor na empresa onde trabalham, por exemplo.

Vantagens:

  • Possibilidade de aumento salarial. As empresas e instituições podem enxergar que tal formação gera um conhecimento mais aprofundado da área de atuação, refletindo no desempenho do trabalho;
  • Enriquece o currículo e amplia a rede de networking, com pessoas de diferentes áreas fazendo o mesmo curso;
  • Seguir carreira acadêmica. O título é essencial para quem deseja lecionar no ensino superior;
  • Possibilidade de promoção no trabalho, assumindo cargos mais elevados.

Desvantagens:

  • Exige investimento financeiro;
  • Necessidade de conciliar os estudos com o trabalho;
  • A pós sem experiência profissional pode não influenciar tanto no mercado de trabalho.

Um passo à frente

Seja qual for sua escolha, a qualificação lhe colocará um passo à frente de muitas pessoas, principalmente porque o mercado de trabalho está cada vez mais exigente.

Então, independente de ser uma segunda graduação ou uma pós-graduação, é fundamental receber o suporte necessário para que essa nova formação agregue valor, de fato, para seu currículo.

O UniBrasil é reconhecido pelo MEC como uma instituição com qualidade excelente de ensino. Na sua grade, o centro universitário conta com cursos de graduação e pós-graduação nas áreas de saúde, ciências humanas, ciências sociais e exatas.

Além disso, a instituição oferece estrutura de qualidade, suporte acadêmico e professores especializados (em sua maioria, mestres e doutores).

Conheça mais sobre os cursos de Graduação e Pós-Graduação do UniBrasil.