A partir do dia 1° de janeiro de 2021, 18 novos vereadores estarão trabalhando na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A renovação atingiu 47%, ou seja, 8% maior em relação a 2016, ano da última eleição municipal. Vinte vereadores conseguiram se reeleger e irão permanecer na casa por mais quatro anos. Confira a lista completa da eleição de vereadores.

Os vereadores que venceram nas urnas e irão renovar a CMC são Indiara Barbosa (Novo), Carol Dartora (PT), Denian Couto (Pode), Marcelo Fachinello (PSC), Renato Freitas (PT), Flavia Francischini (PSL), Pastor Marciano (Republicanos), João da Loja 5 Irmãos (PSL), Sargento Tânia Guerreiro (PSL), Alexandre Leprevost (Solidariedade), Nori Seto (PP), Jornalista Márcio Barros (PSD), Sidnei Toaldo (Patriota), Éder Borges (PSD), Hernani (PSB), Amália Tortato (Novo), Leonidas Dias (Solidariedade) e Salles do Fazendinha (DC).

Destes, com 12.147 votos, a auditora contábil Indiara Barbosa foi a mais votada. Além de conquistar uma cadeira, ela entrou para a história por ser a primeira mulher a ser eleita com mais votos na cidade.

Vereadores reeleitos em Curitiba

Já os 20 vereadores que permanecem são Beto Moraes (PSD), Dalton Borba (PDT), Ezequias Barros (PMB), Herivelto Oliveira (Cidadania), Marcos Vieira (PDT), Maria Leticia (PV), Mauro Bobato (Pode), Mauro Ignácio (DEM), Noemia Rocha (MDB), Oscalino do Povo (PP), Osias Moraes (Republicanos), Pier Petruzziello (PTB), Professor Euler (PSD), Professora Josete (PT), Sabino Picolo (DEM), Serginho do Posto (DEM), Tico Kuzma (Pros), Tito Zeglin (PDT), Toninho da Farmácia (DEM) e Zezinho Sabará (DEM).

Greca conquistou cinco cadeiras na Câmara

O partido do prefeito reeleito da capital, Rafael Greca, o DEM, conquistou cinco cadeiras na Câmara Municipal de Curitiba e seguirá com a maior bancada. Os vereadores são Serginho do Posto (segundo mais votado no pleito), Mauro Ignácio, Sabino Picolo, Toninho da Farmácia e Zezinho Sabará. Na próxima legislatura, o Legislativo vai ter representantes dos 20 dos 33 partidos registrados junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Atualmente são 18 as siglas com cadeiras na CMC.