Quinze candidatos disputam as eleições 2020 para a prefeitura de Curitiba. São seis mulheres e nove homens interessados em administrar a cidade e com ideias bem diferentes para o município. Por isso, para entender melhor como cada um pensa, a reportagem da Tribuna foi atrás das propostas de governo dos candidatos. Nessa tarefa, algumas promessas de campanha chamaram a atenção. Selecionamos as principais de cada candidato, confira:

LEIA TAMBÉMConfira o Guia de Candidatos da da Tribuna Eleições 2020

Camila Lanes (PC do B) – Desarmamento da Guarda Municipal

A candidata de Camila Lanes, de 24 anos, defendeu em sua proposta de campanha a reestruturação da guarda municipal como polícia comunitária e de proteção do patrimônio público e determinou o imediato desarmamento. (Leia a proposta de governo aqui).

Carol Arns (Podemos) – Tarifa livre para os mais vulneráveis

A filha do senador Flávio Arns promete criar uma tarifa livre para linhas com maior incidência de violência, para os locais com maior necessidade de deslocamento rápido para diminuição de congestionamento e também para linhas de “interesse público e social”. (Leia a proposta de governo aqui).

Christiane Yared (PL) – Escambo para passagem de ônibus

A candidata Christiane Yared sugere motivar o uso do transporte público com ações, por exemplo, de trocas de materiais reciclados por passagens. Ela também defende o passe livre para todos os alunos da rede pública municipal e estadual. (Leia a proposta de governo aqui).

Dr. João Guilherme (Novo) – Aluguel social para famílias em pré-situação de rua

O candidato Dr. João Guilherme pretende atender com programas distintos as pessoas em pré-situação de rua das pessoas em situação de rua. Para evitar um aumento cada vez maior desta população, o candidato sugere criar uma lei de aluguel social para famílias vulneráveis. (Leia a proposta de governo aqui).

Eloy Casagrande (Rede) – Estações-tubo retangulares e carregadores de celular públicos

O candidato Eloy Casagrande sugere em seu plano de governo uma série de ideias diferentes e mais ousadas. Entre elas, a reforma das estações-tubo para um modelo retangular com mesas e bancos solares para carregar celulares em pontos diferentes da cidade. (Leia a proposta de governo aqui).

Francischini (PSL) – Telecirurgia e espaço organizado para grafitagem

Para dar fim às pichações na cidade, o candidato Francischini vai adotar uma política de tolerância zero a práticas de vandalismo, mas promete criar um espaço organizado para artistas e grafiteiros manifestarem sua arte. Na onda da telemedicina, Francischini decidiu apoiar também a teleconsulta e a telecirurgia. (Leia a proposta de governo aqui).

Goura (PDT) – Conselho das crianças e áreas de escalada

O candidato está disposto a implementar o Conselho das Crianças e dos Adolescentes, para ouvir a população infanto-juvenil para construir propostas voltadas aos mais jovens. Além disso, Goura também propôs em seu plano de governo promover áreas de escalada urbana. (Leia a proposta de governo aqui).

João Arruda (MDB) – Aulas de cozinha, costura e limpeza para jovens

Pensando em preparar os jovens para a vida adulta, o candidato João Arruda defendeu oferecer aulas de educação financeira e vida prática – como cozinha, costura, limpeza, estruturação do tempo e carreira. João Arruda também prometeu dar acesso à internet sem fio nas residências dos alunos da rede municipal. (Leia a proposta de governo aqui).

Foto: Freepik/Drobotdean

Letícia Lanz (PSOL) – Transformação do zoológico em “santuário”

A candidata Letícia Lanz, pensando no respeito aos animais, sugere transformar o zoológico num santuário, não expondo os animais em jaulas minúsculas. Ela também sugere em seu plano de governo, fechar o bairro Centro aos domingos para circulação de veículos, para melhor convívio e lazer da população. (Leia a proposta de governo aqui).

Marisa Lobo (Avante) – Internet wi-fi gratuita nas escolas e imediações

Marisa Lobo propõe instalar nas escolas internet wi-fi com grande potência e sinal aberto para que os alunos e a comunidade das imediações possam acessar a rede de graça. A candidata também sugere criar um aplicativo para que as pessoas possam acompanhar pela internet, em tempo real, a lotação e espera dos ônibus. (Leia a proposta de governo aqui).

Paulo Opszuka (PT) – Escolas abertas todos os dias

Partindo da ideia de que os jovens têm poucas opções de lazer no fim de semana, Paulo Opsuzuka pretende abrir as escolas municipais nos finais de semana para a comunidade, criando assim uma alternativa de lazer, cultura e esporte. (Leia a proposta de governo aqui).

Professor Mocellin (PV) – Retirar faixas de estacionamento das vias principais

O candidato Professor Mocellin, entre as suas propostas para melhoria do trânsito e da mobilidade, sugere retirar as faixas de estacionamento e substituí-las por ciclofaixas de ida e volta, separadas dos pedestres e dos automóveis. (Leia a proposta de governo aqui).

Professora Samara (PSTU) – A ideia (nada nova) do metrô em Curitiba

A ideia não é tão nova, muito pelo contrário. A proposta de se construir o metrô já foi defendida por vários candidatos em eleições passadas. Esse ano, a candidata Professora Samara defende que o modelo de transporte pode ajudar a evitar acidentes, poluir menos o ar e transportar mais pessoas em menos tempo. (Leia a proposta de governo aqui).

Rafael Greca (DEM) – Economia doméstica e acesso Wi-Fi em parques e praças

O prefeito de Curitiba e candidato à reeleição Rafael Greca criou um plano de governo em que boa parte das propostas são continuação da atual gestão. Entre as novas ideias, Greca sugere incluir a disciplina de economia doméstica nas escolas e disponibilizar internet gratuita em parques, praças, transporte coletivo e prédios públicos. (Leia a proposta de governo aqui).

Zé Boni (PTC) – Creche do Idoso e bolas para parques e praças

Para atender as famílias que precisam deixar os idosos aos cuidados de profissionais, o candidato Zé Boni propôs a criação da “Creche do Idoso”. Outra proposta do candidato que chama a atenção é a maior oferta de materiais esportivos nos parques e praças, como bolas, barreira de salto e cones. (Leia a proposta de governo aqui).