Rafael Greca (DEM), candidato à reeleição em Curitiba, garantiu em sua rede social que não irá implantar lockdown na cidade após as eleições 2020, neste domingo (15). O lockdown, que por sinal não chegou a ocorrer na cidade nos últimos meses de pandemia, é a medida mais drástica contra o coronavírus e prevê o fechamento total da cidade, sem entrada nem saída de pessoas.

+Leia mais! Entenda o que acontece quando é decretado lockdown

“Não haverá Lockdown em Curitiba depois da eleição. Isso é papo papo da oposição, fake news. Temos que manter a atual taxa de transmissão, pela média móvel de infectados, Curitiba tem um infectado para cada 100 mil habitantes”, disse Greca. Segundo boletim mais recente, Curitiba já registrou 56.445 casos confirmados e 1.533 óbitos durante a pandemia.

Segundo o candidato à reeleição, o contágio é quem define as bandeiras da cidade. “Curitiba tem um sistema de média ponderada para avaliar a pandemia, que está controlada, estabilizada na bandeira amarela. Por isso eu peço, continue se cuidando, use máscara, lave bem as mãos, use álcool em gel e mantenha o distanciamento social”, disse.

O prefeito ainda ressaltou os leitos de UTI disponíveis para o tratamento da doença em Curitiba. Relembre aqui as propostas para a saúde de Rafael Greca e dos outros candidatos à prefeitura de Curitiba.

Leia mais!

*Promessas dos candidatos pra Linha Verde: fim de sinaleiros, obras à noite e abertura de caixa preta

*Vai ter emprego em Curitiba a partir de 2021? Candidatos falam da economia pós pandemia

*Educação em Curitiba define seu voto nas eleições? Veja as propostas dos candidatos!

*De santuário de animais a creche pra idosos: as propostas mais inusitadas para Curitiba

*Como fica a passagem de ônibus em Curitiba em 2021? Candidatos respondem!