O currículo é o primeiro passo em um processo de seleção de emprego. O papel que leva um resumo sobre o candidato precisa ser bem escrito e explicativo. Mas isso não quer dizer que ele precisa ser enorme, com várias páginas. Muito pelo contrário. Um currículo organizado e até mais ‘clean’ conta mais pontos do que um com informação demais – que acaba sendo, muitas vezes, nada objetivo.

Dados pessoais devem estar no topo da página, mas sem informações desnecessárias. Para explicar melhor, a coach e colunista de carreira da Tribuna do Paraná, Andréa Montrucchio, detalha passo a passo como o currículo deve ser elaborado.Para começo de conversa, o papel utilizado, essencialmente, deve ser branco – sem figuras ou desenhos. Duas folhas, no máximo. A pasta é algo desnecessário, mas, para evitar que as folhas se percam, vale grampear ou prender as páginas com um clipe de papel.

1 – Área de Atuação

Fundamental você informar qual a sua área de atuação. Deve ser exposta logo no início do currículo, abaixo dos seus dados de contato. É melhor colocar a área de atuação do que cargo, especificamente, pois dependendo da empresa os cargos podem ter nomes e maturidades diferentes. Portanto, é mais estratégico colocar a área. Exemplo: Financeira, Contábil, Recursos Humanos, Administrativa, Produção, Manutenção, Logística, etc.

Atenção: não coloque áreas que não são afins, por exemplo: Financeira e Marketing. Isto gera falta de foco na sua busca.

2 – Qualificações

Importante descrever o tempo de carreira, em que tipos de empresa e áreas que atuou.
Enfatize sua experiência, competências adquiridas e habilidades desenvolvidas.
A fluência em língua estrangeira deve estar nesta parte.

3 – Formação Educacional (graduação, pós graduação, mestrado, doutorado)

Dados sobre formação são fundamentais e dados sobre cursos são importantes. Lembre-se de citá-los em ordem cronológica decrescente.

Nos dados de formação, importante: qual a escola e o ano de conclusão. Se você iniciou uma formação e não concluiu, mencione a interrupção.

Lembre-se: que estes documentos de formação serão solicitados a você.

4 – Descrição de Cargos (Aproximadamente os últimos 10 anos)

Descrever todos os cargos em itens da seguinte maneira:

Nome da empresa e período

Descrever o tipo e área de atuação da empresa

Cargo

Descrever suas atribuições: informar em itens, as principais tarefas e os resultados alcançados.

5 – Cursos de Aperfeiçoamento

Citar os cursos referentes a sua área de atuação, instituição que foi realizado, cidade e data. Aproximadamente nos últimos dez anos (máximo).

6 – Disponibilidade de viagem

Deve ser inserido ao final do CV.

 

Imprescindível no currículo

Toda e qualquer informação do currículo será sempre a expressão da verdade. Nunca minta no currículo e, é claro, também não o faça em entrevista.

Importante: Você responderá por cada palavra, responsabilidade, projeto, realização que tenha informado.

O que não deve conter no currículo

Foto, a não ser que uma empresa lhe tenha pedido para você inserir.

Letras coloridas e cuidado com o excesso de negrito

Último salário ou pretensão salarial

Motivo de saída

Erros de digitação

Número de RG, CPF, etc

E currículo em vídeo, pode?

Para a especialista, os currículos em vídeo podem ser enviados somente quando solicitados pela empresa contratante. Atenção, você deve ter o cuidado de elaborar um vídeo adequado a vaga e com qualidade de imagem e som. Não o faça em qualquer lugar da casa e cuidado com os ruídos domésticos. A sua fala deve estar alinhada ao seu currículo escrito.