Estiveram presentes na 3.ª e 4.ª provas da 1.ª edição do Rally Paraná 35 veículos que formaram um belo grid sábado, na cidade de Apucarana, localizado no centro-norte do Paraná e distante 369 quilômetros de Curitiba. A largada aconteceu às 9h, para as três categorias (master, graduados e Junior) que partiram para uma prova de 170 quilômetros, levantada dentro de propriedades particulares, garantindo a segurança dos participantes.

A rodada dupla contou duas provas de três horas cada, válidos para quatro etapas do campeonato. Houve ainda duas premiações, sendo uma para a 3.ª prova (válida pela 5.ª e 6.ª etapas) e outra para a 4.ª prova (válida pela 7.ª e 8.ª etapas). O rali passou também pela cidade de Arapongas e o neutro da divisão de etapas foi na cidade.

A temperatura esteve agradável e o sol aqueceu a travessia pelas trilhas em fazenda de canavial para os competidores que viveram um dia eletrizante. O percurso contou com terreno mesclado, trechos de terra e cascalho, em uma disputa de tirar o fôlego, com médias de velocidades bem justas, exigindo muita concentração de pilotos e navegadores para a conquista das primeiras colocações, numa prova bastante técnica.