O brasileiro Leonardo, diretor esportivo do Paris Saint-Germain, afirmou hoje que o clube ainda não conseguiu concretizar a contratação do zagueiro Thiago Silva, do Milan.

Leonardo se reuniu ontem com o Adriano Galliani, vice-presidente do clube italiano, mas não conseguiu fechar a negociação. “Continuo falando com Galliani. A negociação ainda está em aberto, mas a coisa pode se estender um pouco mais. Ainda existem muitos pontos a serem acordados, e neste ponto posso dizer que podemos até desistir de Thiago Silva”, afirmou Leonardo ao site do jornal italiano “Gazzetta dello Sport”.

Galliani, que retornou a Milão após o encontro com Leonardo, confirmou que a negociação ainda não foi concluída. “O futuro de Thiago Silva? Veremos, veremos, ainda há muito o que esperar. Thiago Silva ainda é um jogador do Milan”, disse.

Anteontem, o jornal francês “L’Equipe” considerava o negócio fechado. De acordo com a publicação, o Paris Saint-Germain pagaria em torno de 50 milhões de euros (aproximadamente R$ 125 milhões) pelo brasileiro.

No último dia 5, Adriano Galliani, vice-presidente do Milan, disse que estava 99,9% certo que Thiago Silva continuaria no clube italiano. Thiago Silva foi para o Milan em 2009 e tem 119 partidas pelo clube italiano. Foi campeão do Campeonato Italiano (2010/11) e da Supercopa da Itália (2011).

Recentemente, o ex-jogador Franco Baresi disse à Folha que Thiago Silva tem tudo para ser o novo líder do Milan. Elogiou a parte técnica do brasileiro e disse não ver defeitos.

Com o brasileiro em campo, o Milan levou em média 0,66 gol por jogo no Campeonato Italiano, quando foi vice. Sem ele, a média foi de 1,18 gol. O atleta foi destaque também na parte disciplinar. Levou só dois cartões amarelos em 27 jogos no Nacional.