“Se tivesse que se abraçar com o capeta para melhorar com o futebol paranaense, Mario Celso Petraglia faria. Não tenho rabo preso com ninguém”.

Com essa declaração, o presidente do Atlético colocou um ponto final na polêmica envolvendo a sua ida e a participação de Rogério Bacellar, mandatário do Coritiba, e o ex-candidato à presidência da Federação Paranaense de Futebol, Ricardo Gomyde, em um encontro com a atual cúpula da CBF.

“Os clubes não foram pedir apoio para Ricardo Gomyde. Nós fomos convidados pela CBF para participar de uma reunião. Nós queremos apenas o crescimento do futebol do Paraná”, completou Bacellar.

A entrevista coletiva que reuniu os mandatários da dupla Atletiba aconteceu nesta sexta-feira (29), em um hotel de Curitiba.