Um carro descontrolado e em alta velocidade atingiu vários espectadores durante um rali no noroeste da Espanha e provocou a morte de seis pessoas. A polícia confirmou neste domingo os falecimentos, relatando que quatro eram mulheres, sendo que uma estava grávida. Também há uma criança de 13 anos entre os mortos.

Um porta-voz da polícia também explicou que duas pessoas, uma mulher e uma criança, estão internadas em estado grave em um hospital de Coruña. Outras 11 pessoas, com ferimentos menos graves, também estão hospitalizadas.

O primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, prestou suas condolências através de uma publicação no seu perfil no Twitter, destacando que o Rally de Coruña está de luto. Além disso, desejou aos feridos uma recuperação rápida e completa.

A polícia ainda investiga as causas do acidente, ocorrido no último sábado, quando os carros passavam pela cidade de Carral, na Galícia, envolvendo o Peugeot guiado por Sergio Tabeayo e Luis Prego. Após o grave acidente, a prova foi cancelada.