Surpresa na escalação contra o Vitória, Ademilson deu a assistência para o gol de Luis Fabiano, o segundo na vitória por 3 a 1, e terminou o duelo de sábado sendo elogiado por Muricy Ramalho. Como recompensa, o camisa 11 deve mais uma vez ser o titular no ataque no jogo contra o Cruzeiro, nesta quarta, no Mineirão.

O duelo de sábado foi seu primeiro desde a vitória sobre o Fluminense por 2 a 1 no Morumbi, no dia 25 de agosto. Naquela partida, Ademilson sofreu um entorse no tornozelo esquerdo e não jogou mais. Agora, o atleta, que já chegou a ser apontado como substituto de Lucas, tenta enfim conseguir uma sequência de partidas.

“A gente espera a oportunidade. Trabalhamos bastante como os outros e não posso escolher momento, mas ainda assim fiquei surpreso. A situação está difícil faz tempo e precisa de todos os jogadores, não só de mim. Da minha parte, vou tentar ajudar o time a sair dessa situação”, explicou o jogador, que fez apenas três gols em 26 jogos na temporada.

Como Luis Fabiano está fora do jogo por causa de uma contratura muscular, a tendência é que Aloísio seja escalado ao seu lado para formar a dupla de ataque no duelo contra o líder. Centroavante na época de base, Ademilson descarta preferência por jogar centralizado e espera apenas estar em campo.

“Para mim tanto faz, quero jogar. Não sei o que o Muricy vai fazer; se ele colocar o Aloísio ele deve ficar mais centralizado e eu pelas pontas. Para mim é indiferente, quero jogar”, concluiu.

O São Paulo faz nesta terça seu último treino antes de encarar o Cruzeiro. Além de Luis Fabiano, o time paulista não poderá contar com Rafael Toloi e Denilson, machucados, e Rogério Ceni, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo.