O técnico Adilson Batista, do Cruzeiro, fez muitos elogios à equipe após a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, na noite de quinta-feira, no Morumbi. O resultado classificou os mineiros à semifinal e tirou os paulistas da disputa. Tirou, também a voz do treinador cruzeirense.

“Peço desculpas porque não tenho nem voz. É só enaltecer os jogadores, a dedicação, o empenho, a postura. Nós acreditávamos e o objetivo foi conseguido. O Cruzeiro se posicionou corretamente, teve personalidade, criou mais e foi merecedor”, disse o técnico, após a vitória.

O próximo adversário do Cruzeiro será o Grêmio, que passou pelo Caracas na quarta-feira. O duelo entre dois bicampeões já garante que um time brasileiro lutará pelo tri na decisão. E Adilson prevê um duelo complicado.

“O Grêmio acho que acertou com a contratação do Paulo Autuori, é um profissional que admiro, pelo trabalho que faz e a pessoa que é. E o Grêmio faz parte da minha vida. Vamos decidir com calma o que fazer para chegar à final”, disse Adilson, que era capitão do time gaúcho no título do torneio em 1995.