Depois de amargar um empate por 2 a 2 com o Atlético-GO e uma derrota por 2 a 0 com o Vasco em seus dois primeiros jogos no Morumbi sob o comando do São Paulo, o técnico Adilson Batista festejou, na noite da última quinta-feira, a sua primeira vitória no estádio são-paulino. A sua equipe bateu o Bahia por 3 a 0 e assumiu a terceira colocação do Campeonato Brasileiro, três pontos atrás do líder Corinthians.

“É importante vencer para que a gente possa continuar nossa luta pelo título. Fizemos um bom jogo e merecemos o resultado”, enfatizou o treinador, para depois admitir alívio por conquistar o primeiro triunfo no Morumbi.

“Evidente que tenho preocupações, mas sou um cara tranquilo. Sabia da importância de diminuir a distância para o líder e tínhamos de recuperar os pontos perdidos contra Vasco e Atlético-GO”, reforçou Adilson, lembrando dos últimos tropeços dentro de casa.

O técnico ainda comemorou a boa atuação do volante Rodrigo Caio, que completará 18 anos no próximo dia 17 e foi improvisado na zaga após Luiz Eduardo virar desfalque de última hora ao sofrer uma fratura na mão. “O Rodrigo teve uma bela atuação, seguro e mostrou personalidade. É uma jovem promessa que temos de cuidar”, finalizou.

O goleiro Rogério Ceni, por sua vez, deixou o Morumbi satisfeito por desta vez não ter sido vazado e ainda contribuído com o time convertendo um pênalti, que o fez chegar a 102 gols na carreira. “Bati à la Paraguai. Forte. Quando a fase não é das melhores, não dá para pensar muito. Foi um pênalti bem batido sim”, disse o jogador, brincando com o fato de que os paraguaios mostraram grande competência na última Copa América nas cobranças de pênaltis, por meio das quais eliminaram Brasil e Venezuela da competição.

Já Dagoberto festejou o fato de ter marcado um golaço, o segundo da vitória são-paulina sobre o Bahia. Ele elegeu o gol como um dos mais bonitos da sua carreira e dedicou o mesmo aos seus filhos, Matheus e Thayná. “Foi um belo gol, um dos mais bonitos da minha vida. Matheus e Thayna estão ainda mais felizes”, disse o atacante, que é o principal artilheiro do São Paulo na temporada, com 17 gols.