O presidente da Inter de Milão, Massimo Moratti, confirmou nesta quarta-feira (7) que o atacante brasileiro Adriano continua na equipe por mais um ano e meio, ou seja, até o fim de seu contrato. “Adriano é da Inter, é voluntarioso, quer jogar bem, é nosso e jogará bem conosco. Não temos a intenção neste momento de fazer mudanças. Confirmo que queremos continuar exatamente como estamos”, enfatizou Moratti.

As declarações do presidente do clube confirmam o anúncio feito na última terça-feira pelo empresário do jogador, Gilmar Rinaldi, de que o atacante continuaria na Inter. Desde dezembro, quando Adriano foi expulso de um treino após supostamente ter chegado embriagado ao centro de treinamento do clube, especula-se sobre o futuro do jogador. Os rumores sobre a saída de Adriano se intensificaram após o próprio Moratti ter declarado que não se oporia caso o jogador decidisse deixar o time em janeiro.

No período de pausa do Campeonato Italiano para as festas de fim de ano, cogitou-se a transferência de Adriano para o Flamengo. Contudo o jogador se apresentou em Milão no último sábado, acabando com as esperanças do clube carioca de contratá-lo.