O volante Adriano passou nesta quarta-feira por uma cirurgia no tornozelo direito, para retirada de dois parafusos que haviam sido colocados no final de novembro de 2011, para estabilizar o local afetado. O procedimento, que durou cerca de 50 minutos, foi realizado com sucesso.

Com mais uma etapa de sua recuperação ultrapassada, Adriano já começa a pensar no retorno aos gramados. Ele acredita que poderá voltar a atuar já em março. “A retirada do parafuso foi mais uma etapa vencida. Vou me dedicar ao máximo nas próximas semanas e pretendo voltar a ficar à disposição do professor Muricy (Ramalho) até a segunda quinzena de março”, declarou.

Apesar da empolgação, o volante ainda precisará atravessar um longo caminho até poder atuar novamente. Neste primeiro momento, a preocupação é com a fisioterapia. “Agora o Adriano passará por um processo de readaptação, de mais ou menos duas semanas, com bicicleta. Após alguns testes, passará a caminhar sem o auxílio da bota e posteriormente começará a trotar. Após duas semanas ele poderá ir para o campo para iniciar a fase de transição”, disse o fisioterapeuta Rafael Martini.

Titular do Santos em 2011, Adriano sofreu uma grave lesão no tornozelo direito em novembro, durante uma partida contra o Atlético-GO pelo Campeonato Brasileiro. Por conta da contusão, ele ficou de fora da disputa do Mundial de Clubes.