O atacante Adriano, do São Paulo, escapou de ser excluído do Campeonato Paulista. Nesta segunda-feira (18), ele foi suspenso por dois jogos pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP), por ter dado uma cabeçada no zagueiro Domingos, do Santos, no clássico entre as duas equipes, no dia 10 deste mês.

A pena é um alívio para o time do São Paulo, já que Adriano poderia até – na pior das hipóteses – ser condenado a suspensão entre 120 e 540 dias.

Como já cumpriu a suspensão automática contra o Marília, o atacante só ficará fora por mais um jogo, na quinta-feira, contra o Paulista. No domingo, diante do Noroeste, o jogador já estará á disposição do técnico Muricy Ramalho.