O meia Kléberson volta a
interessar ao futebol inglês.

A Inglaterra não desiste de ter o meia pentacampeão Kléberson jogando na Premiership. O valorizado jogador do Atlético despertou agora o interesse do Birmingham City, clube intermediário da liga inglesa. A intenção é reforçar o time com jogadores de primeira linha para chegar nas primeiras colocações nas próximas temporadas. Um emissário já teria, inclusive, vindo a Curitiba para ver o atleta em ação, mas, por enquanto, a diretoria nega qualquer contato.

De acordo com o diretor de futebol do Furacão, Alberto Maculan, não existe nenhuma proposta. “O Atlético desconhece o interesse desse clube”, disse a O Estado, através da assessoria de imprensa. No entanto, a reportagem apurou que Kléberson foi observado na partida de domingo passado contra o Juventude por um olheiro inglês, acompanhado de alguns dirigentes rubro-negros. A informação já repercutiu na Inglaterra e alguns jornais já dão como certa a transferência no meio do ano. Além de Xaropinho, quem empolgou os ingleses foi o volante Luciano Santos, elogiado após a partida pelo representante do Birmingham.

Os valores oferecidos aos dirigentes atleticanos seriam basicamente os mesmos já especulados nas conversas anteriores por outros clubes do Reino Unido (como o Leeds United, Newcastle e Arsenal). O site Football Transfers aposta em £ 4,5 milhões, ou cerca de R$ 21 milhões. Mas, a tendência é de a diretoria do rubro-negro espere mais para valorizar o atleta. Apesar de o campeonato inglês já estar decidido (o Manchester United foi mais uma vez campeão), ainda falta uma rodada para o fim da competição. Após esse final de semana, o mercado de verão começa a esquentar e as negociações entram em ritmo acelerado.

Mercado

Após a conquista da Copa do Mundo como titular da seleção brasileira, Kléberson vem sendo assediado pelos clubes europeus. Todas as propostas, até agora, não chegaram a animar os dirigentes atleticanos para se desfazer de seu maior jogador. Com a recessão mundial, os tradicionais clubes italianos, alemães, franceses e espanhóis pisaram no freio nas negociações milionárias e empurraram os valores de transferências para baixo. A saída tem sido explorar o mercado inglês, que está mostrando boa receptividade em relação a brasileiros ou tentar segurar os craques no Brasil. Mas, como já declarou, Kléberson sonha com o futebol europeu e deverá seguir carreira no Velho Mundo ainda este ano.

Vadão descarta estresse

O fato de não vencer fora de casa há oito meses não abala o técnico Osvaldo Alvarez, do Atlético. Para o comandante rubro-negro o mais importante é manter a calma e não ficar ansioso com a necessidade de começar a conquistar pontos também fora de casa. Mas, tabu por tabu, o Furacão leva vantagem contra o Internacional quando o assunto é jogo no Beira-Rio. Desde 1991, o clube da Baixada não perde para os colorados jogando em Porto Alegre.

Foram oito jogos desde lá e o Inter não conseguiu passar pelo Atlético. Mesmo assim, Vadão não quer colocar o carro na frente dos bois. “Nós não podemos criar um grau de ansiedade tão grande que acabe colocando isso como prioridade”, expõe o treinador. Para ele, o campeonato é longo e o time vai alcançar o sucesso como visitante. “A nossa prioridade é uma pontuação boa, dentro disso, nós temos que também fazer pontos fora de casa, mas não podemos uma primeira vitória fora de casa como fator estressante nosso”, analisa.

Para tanto, ele pretende manter a mesma forma de atuação mostrada nos últimos jogos e com praticamente os mesmos jogadores. “A gente vinha mexendo em virtude de suspensões e contusões, mas o ideal é manter uma equipe por um bom tempo para que ela se entrose e alcance os resultados”, diz. Contra o Internacional (às 16 horas de domingo, em Porto Alegre), a única alteração será a entrada de David no lugar de Alessandro, suspenso com o terceiro cartão amarelo.

Time

Hoje, o técnico Osvaldo Alvarez comanda o último treino em Curitiba para a partida contra os gaúchos. Vadão deverá fazer um coletivo e confirmar a presença do atacante Ilan, que se recuperou de uma fisgada na coxa esquerda. Amanhã, a delegação embarca para a capital gaúcha pela manhã e treina num dos campos suplementares do Estádio Olímpico, do Grêmio.